skip to Main Content
acupuntura

De origem chinesa, a acupuntura é uma terapia milenar. A técnica consiste na aplicação de agulhas finas, em pontos específicos do corpo. Dessa maneira, ajuda a melhor a imunidade, além de tratar alguns problemas emocionais e até algumas doenças físicas, como a sinusite, asma, artrite e enxaqueca. Por isso, o Blog da Unic separou algumas dicas.

Como funciona a acupuntura?

As técnicas da acupuntura se baseiam na ideia de que o corpo é composto por energia, que se acumula em várias regiões – chamados meridianos. Sendo assim, se o fluxo de energia nestes meridianos estiver desiquilibrado, provoca inflamação no corpo. Dessa maneira, isso causa os sintomas, como a dor, cansaçofraqueza.

Por isso, o objetivo da acupuntura é trazer de volta o equilíbrio ao corpo. Além disso, busca facilitar a circulação da energia e desencadeando efeitos analgésicos e anti-inflamatórios. No entanto, é importante que esse tratamento seja realizado sob orientação de um médico e por um profissional capacitado.

Para o que serve?

A acupuntura usa diversas técnicas e que podem ser utilizadas para diferentes tratamentos de doenças e problemas, além de conseguir reforçar o sistema imunológico. Dessa forma, ajuda em:

Além destes, a acupuntura também pode ser utilizada como um tratamento complementar para alergias, vômitos induzidos ou quimioterapia ou até distúrbios emocionais, como a ansiedade, depressão e estresse. Assim também, a técnica também pode ser um tratamento para deixar de fumar, como a auriculoterapia – que também ajuda a combater a ansiedade e a lidar com os sintomas da abstinência. Se recomenda de 2 ou 3 sessões de acupuntura por semana, durante 3 meses.

Tipos de acupuntura

Existem, atualmente, diversos tipos de acupuntura. Estas acabam sendo indicadas por um acupunturista em parceria com um médico. No entanto, tudo isso depende da doença ou problema de saúde de uma pessoa. Os mais conhecidos são:

Acupuntura estética

Essa técnica é utilizada para melhorar a elasticidade da pele. Afinal, a mesma estimula a produção de colágeno. Além disso, ajuda na recuperação dos músculos e no crescimento das células de sustentação. Assim, combate as rugas e até a gordura localizada. Geralmente, a acupuntura estética acontece por meio da aplicação de pequenas agulhas na região da face, cabeça e pescoço. Dessa forma, os resultados podem ser mais naturais que os procedimentos com Botox. No entanto, demoram mais tempo para surtir efeito.

Acupuntura para emagrecer

Segundo a medicina chinesa, o sobrepeso e a obesidade provocam um desiquilíbrio no corpo. Dessa forma, podem causar problemas nos rins, tireoide, fígado e alterações hormonais. Assim sendo, pode-se indicar para o emagrecimento, pois aumenta o metabolismo. Além disso, por meio da aplicação de agulhas em pontos estratégicos, reduz o apetite.

Além disso, a acupuntura pode estimular o fluxo de energia do corpo. Dessa maneira, consegue alterar os níveis de hormônios que dão fome, o que ajuda na perda de peso. No entanto, é necessário uma dieta saudável, pois, junto com a técnica, a perda de peso pode ser mais eficaz.

Eletroacupuntura

Essa técnica é usada para aliviar dores crônicas por problemas de coluna e fibromialgia. Dessa maneira, ajuda a melhorar o sono por meio da liberação, pelo cérebro, de substâncias ligadas ao bem-estar. Assim, nesse tipo usa-se um aparelho com agulhas finas acopladas em eletrodos, que emitem pequenos impulsos elétricos pelo corpo. Além de reduzir a dor, a eletroacupuntura também promove o relaxamento e reduz a ansiedade e o estresse.

Acupuntura auricular

Também conhecida como auriculoterapia, a acupuntura auricular ajuda a tratar doenças físicas ou emocionais. Dessa forma, tende-se a ser com ou sem as agulhas. Consiste na aplicação de agulhas finas ou sementes de mostarda em pontos específicos das orelhas. Comprovada cientificamente, é recomendada para tratamento de dor nas costas. Afinal, nas primeiras sessões já é possível sentir a redução da intensidade da dor.

Como é feita?

A acupuntura convencional conta com uso de agulhas finais, com comprimentos e larguras variadas – além de descartáveis. Dessa forma, pode-se aplicar em diferentes pontos da pele, de acordo com doenças, sintomas e problemas de saúde. Geralmente, são realizadas por um acupunturista, que pode ser um terapeuta ocupacional, médico ou fisioterapeuta. Além disso, não necessita anestesia, pois suas agulhas são extremamente final e feitas com técnicas precisas.

Assim, na sessão, a pessoa fica deitada em uma maca de 20 a 40 minutos. No entanto, depende do tipo de acupuntura e da indicação do tratamento. Dessa maneira, no final das aplicações, o local onde acabaram sendo introduzidas não fica dolorido.

Onde ficam os pontos de acupuntura

Também conhecido como meridianos, os pontos de acupuntura são os locais exatos onde devem ser aplicadas as agulhas finas ou o laser. Dessa forma, faz com que o fluxo de energia acabe sendo liberado. Além disso, tende a fazer com que diminua os sintomas como a dor. De acordo com a medicina chinesa, existem 12 meridianos, relacionados a vários órgãos, como o baço, intestino, bexiga e vesícula. No entanto, os pés têm vários meridianos, fazendo com que essa seja uma das regiões mais estimuladas por agulhadas. No entanto, onde se faz mais aplicações é a orelha, pois geralmente está ligada ao alívio da dor.

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa pode fazer acupuntura, mesmo que a pessoa não tenha nenhuma doença ou queixa. Assim, a técnica ajuda a melhorar o bem-estar. Além disso, crianças com problemas de saúde, como anemia falciforme, hiperatividade e estresse, também podem passar pela técnica. No entanto, a eletroacupuntura e o laser acabam sendo os mais recomendados para esses casos. Mulheres grávidas também podem realizar, pois ajuda a diminuir os efeitos das variações hormonais. Além disso, auxilia no alívio das dores nas costas e no desconforto causado pelo peso da barriga.

Existem riscos?

Muito segura, a acupuntura não gera riscos a saúde e nem provoca efeitos colaterais. No entanto, apenas profissionais qualificados e clínicas certificadas e nas normas da ANVISA devem realizar a técnica. Além disso, as agulhas precisam ser descartáveis, pois a sua reutilização aumenta as chances de contrair doenças, como a hepatite.

Além disso, pessoas que utilizam medicamentos para afinar o sangue devem pergunta ao médico antes da realização. Afinal, a aplicação pode causar sangramentos. Além disso, caso a pessoa apresente inchaço, sangramento, hematomas e dor intensa no local da aplicação deve-se consultar um clínico geral.

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.