skip to Main Content
estimulantes sexuais

Manter relações sexuais saudáveis é algo de bastante importância para a autoestima e de bem-estar do ser humano. Muitas pessoas, porém, sofrem com impotência sexual e disfunção erétil. Dessa maneira, alguns estimulantes sexuais podem ser uma alternativa para solucionar o problema e voltar a um desempenho sexual satisfatório.

São inúmeros causas que podem prejudicar uma vida sexual satisfatória. Segundo pesquisas, a ansiedade, depressão e problemas de autoestima são as principais causas que podem desencadear esse quadro. Dessa forma, a disfunção erétil pode prejudicar muito uma vida sexual.

Disfunção erétil

A disfunção erétil é um dos grandes inimigos da saúde sexual masculina. Também conhecida por impotência sexual masculina, é uma condição caracterizada pela incapacidade de ter ou manter uma ereção. Dessa forma, evita um desempenho sexual satisfatório.

Ela pode ser dividida em graus:

  • Leve ou Mínima: é quando a capacidade de manter a ereção está um pouco diminuída e não ocorre com frequência;
  • Moderada: é quando a capacidade está mais afetada e o homem não consegue manter relações sexuais de maneira mais frequente;
  • Grave ou Completa: o paciente não consegue ter ereção em nenhum momento.

Dessa maneira, de acordo com um estudo, realizado pelo Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), 45,1% dos 2862 pacientes do sexo masculino, acima de 18 anos, sofrem com algum grau de disfunção erétil.

Além disso, alguns fatores psicológicos e emocionais também são responsáveis por muitos casos de dificuldade em obter ou manter uma ereção. Além disso, a ansiedade e a depressão também são condições que contribuem, de forma significativa, para o problema. A pesquisa também revelou que pacientes com baixo autoestima, problemas no relacionamento (desde com o parceiros, filhos, amigos) e problemas no trabalho e lazer também são causadores da dificuldade em obter ou manter uma ereção.

Estimulantes sexuais

Os estimulantes podem ser utilizados para lidar com a falta de libido e conseguem potencializar o prazer sexual. Assim como, combatem a disfunção erétil. Dessa forma, esses medicamentos atuam como inibidores da fosfodiesterase 5. Portanto, promovem o relaxamento da célula muscular do tecido cavernoso, condição necessária para obter a ereção.

Azulzinho Rosa Feminino

Com uma fórmula totalmente única e exclusiva, esse estimulante foca no prazer do casal. A falta de desejo sexual feminino, também chamada da perda de libido, acomete entre 15% e 35% das mulheres. Esse produto aumenta a circulação sanguínea no corpo, especialmente na zona genital. Dessa maneira, aumenta o desejo e as sensações durante as preliminares, ajudando a recuperar a libido.

O uso contínuo ajuda a recuperar a vida sexual, além de ajudar a se estimular mais rapidamente a obter orgasmos mais intensos e plenos. O Azulzinho Rosa Feminino é elaborado a partir de uma associação de ativos estimulantes e revitalizantes, que aumentam o desejo sexual, além de melhorar a relação sexual e proporcionar um maior conforto para mulheres.

Azulzinho Spray Sublingual

O Azulzinho em Spray é composto por vários ativos e atua na performance sexual masculina. Dessa maneira, consegue prolongar o tempo de atividade. Entre seus compostos está a tadalafila, que aumenta o fluxo sanguíneo para o pênis, arginina, que aumenta os níveis de testosterona e aumenta a performance sexual, maca, que garante potência de ereção, iombina, um vasodilatador indicado para a impotência sexual masculina, entre outros.

Esse produto auxilia no tratamento da disfunção erétil, além de assegurar uma ereção mais rígida e prolongada. Além disso, reforça os níveis de testosteronas. É um estimulante sexual, considerado como um viagra natural e aumenta a libido e a produção de esperma. Também é um viagra natural e melhora a função reprodutiva.

Tribulus Terrestris

O Tribulus Terrestris ficou conhecido na América do Norte, após atletas olímpicos terem dito que o mesmo ajudou no desempenho. Os compostos ativos proporcionam uma ereção mais duradoura, que também contribuir para uma ereção mais duradoura. Além disso, também por conta da substância protodioscina, aumenta os níveis de testosterona, ajudando com uma ereção mais duradoura. Assim como, aumenta a libido e reduz a pressão arterial e controla os triglicerídeos, conforme estudos publicados.

Dessa forma, aumenta os níveis naturais de testosterona. Assim como, alivia e reduz as sensações de cansaço, fraqueza e humor. Assim como, estimula o impulso e desempenho sexual. O remédio também aumenta a produção de esperma, força e estamina, como também melhora a função reprodutiva e libido.

Maca Peruana + Tribulus Terrestris

A Maca Peruana é uma poderosa raiz, que possui diversas propriedades naturais de aumento da libido. É uma raiz rica em minerais, fibras e antioxidantes. Dessa forma, traz um aumento de energia, humor, funções cognitivas e vitalidade. Enquanto isso, o Tribulus Terrestris libera hormônio lutenizantes, que informa os testículos para produzir testosterona de forma mais natural.

Entre os benefícios da Maca Peruana + Tribulus Terrestris melhora o desempenho sexual, segundo estudos divulgados no Journal of Andrology.  Além disso, é um estimulante para aumentar o impulso sexual e aumenta a quantidade e a motilidade de espermatozoides.

Ocitocina (Oxitocina)

A ocitocina é considerada o “hormônio do amor”. De acordo com estudos que estão sendo realizados, pode curar várias doenças. É um hormônio, liberado pela glândula pituitária, que afeta tanto o corpo quanto o cérebro – de maneira positiva. Segundo um estudo de 2011, da revista “PNAS”,  a oxitocina consegue reduzir a ansiedade – principalmente, em autistas na hora de fazer contato visual.

Dessa maneira, entre os principais benefícios estão a dilatação dos vasos sanguíneos, o que melhora no fluxo sanguíneo e ajuda a reduzir a pressão arterial. Assim também, melhora a cicatrização e estimula a melhorar a ligação entre casais. Da mesma forma, acelera e intensifica o orgasmo e melhora o desejo sexual ou libido. Por fim, aumenta a produção de hormônios anabólicos (hormônio do crescimento e testosterona) e reduz a produção de hormônios catabólicos, como o cortisol.

Atenção!

Estimulantes sexuais podem causar convulsões, enxaquecas e outras condições neurológicas. Dessa forma, é importante a consulta com um médico, que indicará as melhores opções para tratar esse problema. O uso frequente pode resultar em uma dependência psicológica, pois o paciente passa a supervalorizar o estimulante masculino. Além disso, o paciente pode relacionar o seu desempenho sexual ao uso do medicamento.

Esse hábito pode aumentar níveis de ansiedade, pois o homem pode ficar com receio de não ter mais relações satisfatórias se não usar o estimulante. Assim como, os resultados dos estimulantes podem não ser efetivos, já que os medicamentos não tratam a causa do problema, pois apenas promove a ereção.

Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has 2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.