skip to Main Content
ioimbina para emagrecer o que é

Também chamado de Yohimbine, a Ioimbina é um remédio proveniente de duas árvores africanas: Corynanthe yohimbe e Pausinystalia yohimbe. O fármaco oferece inúmeros benefícios à saúde, pois apresenta propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Além disso, consumir a Ioimbina para emagrecer vem sendo considerada uma boa estratégia, já que ela também promove o aumento no gasto de energia, favorecendo a queima mais rápida de gordura e, consequentemente, a perda de peso.

No Brasil, as cápsulas de Ioimbina se popularizaram bastante por comporem diversos suplementos alimentares, com os termogênicos — voltados para a queima de gordura.

Quer aprender mais sobre a Ioimbina? Conheça outros remédios para emagrecer da Unicpharma e veja o guia que preparamos a seguir!

Ioimbina para emagrecer: Afinal, o que é Ioimbina?

Conforme citamos inicialmente, trata-se de uma substância encontrada em abundância nas cascas e troncos de árvores africanas. Para extraí-la, é preciso fazer a raspagem correta dos troncos.

Finalizado esse procedimento, a Ioimbina é isolada e sintetizada como Cloridrato de Ioimbina. Só depois disso é que pode-se comercializá-la na forma de suplementos alimentares, seja em pó ou em cápsula.

Por ser um excelente estimulante natural, que estimula um gasto energético maior, seu consumo se popularizou, especialmente antes dos treinos de musculação. Assim, a substância virou uma grande aliada na perda de peso.

Ioimbina para emagrecer: Como funciona?

ioimbina para emagrecer como funciona

De forma simples, podemos imaginar a Ioimbina como um antagonista dos receptores ALFA-2 de nosso organismo. São eles que atuam no armazenamento de gordura como principal fonte de energia para o corpo.

Na prática, esses receptores são os maiores responsáveis pelo acúmulo de gordura nos locais que costuma incomodar grande parte da população: abdômen, quadris e pernas.

Então, sempre que a substância é ingerida, atua no aumento da excitabilidade das células, estimulando o sistema nervoso. Com isso, ativa-se compostos químicos do organismos, chamados de Catecolaminas.

Tais compostos são liberados na corrente sanguínea, elevando a pressão e temperatura corporal, que auxilia na queima de gordura.

Perda de peso e queima de gordura localizada

Inúmeras comorbidades estão relacionadas com o sobrepeso e obesidade — hipertensão, colesterol alto etc. São condições  que já tomam proporções epidêmicas em nossa sociedade; ⅓ da população mundial.

Nesse contexto, houve um crescimento na procura por soluções naturais. Então, é aqui que a Ioimbina aparece, como um poderoso auxiliar na manutenção do peso.

Entre suas principais funções, destacamos a aceleração na queima de gordura — especialmente as localizadas —, e a redução do apetite.

Como ela influencia o sistema nervoso simpático, promove a liberação de Catecolaminas, que se ligam aos receptores ALFA-2, queimando as células lipídicas.

Sendo assim, o uso dessa substância, associada a uma dieta equilibrada e rotina de exercícios, acelera bastante a perda de peso.

Combate à disfunção erétil

Cerca de 30% da população acima de 40 anos sofre com impotência sexual. Essa complicação envolve, especialmente, a disfunção erétil, que consiste na dificuldade de manter ereções.

A Ioimbina também possui um histórico de uso como estimulante sexual. Isso porque, atua no sistema nervoso central e periférico, promovendo uma ação vasodilatadora.

Consequentemente, gera um aumento no calibre dos vasos sanguíneos, estimulando um bombeamento maior de sangue para o organismo — mais especificamente, para os órgãos sexuais.

Nesse sentido, ocorre uma melhora da potência e tempo de ereção, aumentando o desempenho sexual.

Ioimbina para emagrecer: 5 benefícios para perda de peso

ioimbina para emagrecer benefícios

Além de colaborar para o emagrecimento, a Ioimbina oferece diversos benefícios para o organismo, como o aumento dos níveis de energia e melhora da memória. Confira outros a seguir.

1. Ação antioxidante

Como é um vasodilatador, a Ioimbina possui ação antioxidante das células do corpo.

2. Melhora a energia

Ao promover a excitação das células, a substância também atua no aumento da energia. Especialmente se conciliada com uma rotina de exercícios físicos.

3. Melhora resistência física

Outra vantagem de sua característica vasodilatadora é que facilita a maior circulação do fluxo sanguíneo. Dessa forma, quando aliada à prática regular de exercícios, ajuda no aumento da resistência física.

4. Ajuda no ganho de massa magra

Com o aumento da circulação sanguínea, acontece o crescimento de massa muscular. Afinal, há uma melhora no transporte de nutrientes e oxigênio para os músculos, resultando na recuperação mais eficiente das fibras musculares durante o pós-treino.

5. Auxilia a tratar a celulite

Outro princípio ativo da Ioimbina é a aceleração da lipólise. No caso, trata-se da quebra das moléculas de gordura, sendo um facilitador na redução da celulite.

Qual a melhor forma de tomar Ioimbina?

Além de entender o funcionamento da Ioimbina, também é fundamental saber como ingeri-la corretamente. Assim, a substância surtirá efeito no organismo com maior eficiência.

Por ser um extrato natural, não precisa de prescrição médica para comprar Ioimbina. Entretanto, é sempre recomendável consultar um especialista quanto a necessidade e melhor forma de consumi-la.

No geral, ela pode ser encontrada em cápsulas, de extrato ou em pó. Mas, para o emagrecimento, seu formato mais comum é em cápsula. Elas são comercializadas em comprimidos de 5mg, em caixas com 60 unidades.

Que horas tomar Ioimbina para emagrecer?

Como a Ioimbina é vendida como um pré-treino, o ideal é que ela seja consumida entre 15 a 30 minutos antes do exercício físico. Além disso, a substância funciona melhor quando ingerida em jejum.

Isso porque, ao consumir alimentos, ocorre o aumento da insulina, que pode reduzir os efeitos da Ioimbina.

Quanto tempo a Ioimbina faz efeito para emagrecer?

Em geral, a Ioimbina tem mostrado resultados visíveis em um período de 3 semanas. Uma pesquisa foi realizada com algumas dezenas de mulheres obesas, que mantiveram uma dieta de 1000 calorias nesse período.

Ioimbina emagrece quantos quilos?

De acordo com o estudo citado acima, as mulheres que consumiram Ioimbina perderam mais peso (3,6kg) que as pacientes que ingeriram o placebo (2,2kg).

Um estudo parecido foi realizado com jogadores de futebol de elite. Os homens que consumiram Ioimbina tiveram uma perda de gordura de 1,8% em 3 semanas. Aqueles que não ingeriram a substância, não apresentaram mudanças.

Ioimbina para emagrecer: dosagem

ioimbina para emagrecer dosagem

Independentemente do formato ingerido, a recomendação diária para consumo seguro é de 0,2 mg/Kg, 2 a 3 vezes por dia. Isso significa que, uma pessoa com 60kg, pode tomar até 12mg de Ioimbina diariamente.

Qual é melhor Ioimbina ou Morosil?

Morosil é outro suplemento emagrecedor que vem ganhando certa popularidade entre os brasileiros. Comercializado em cápsulas, o produto também auxilia no controle do peso, redução do acúmulo de gordura e outros benefícios à saúde.

A substância é encontrada no suco de laranjas Moro — fruta avermelhada, típica de regiões vulcânicas, como na Sicília, na Itália. Essa fruta possui um poderoso antioxidante (antocianina), que atua no antienvelhecimento, diminuição do colesterol e triglicérides.

Por oferecerem ganhos semelhantes à saúde, você pode consumir o Morosil ou a Ioimbina. Mas, caso queira potencializar seus ganhos, pode combinar a ingestão dos dois suplementos. O princípio ativo central da Ioimbina é termogênico e do

é lipolítico.

Inclusive, muitas farmácias de manipulação comercializam os dois remédios na forma de combo. No caso do Morosil, consiste em um frasco de 500mg, com 30 cápsulas. Seu consumo deve ser feito 1 vez ao dia, 30 minutos antes do café da manhã.

Cuidados ao tomar Morosil

Vale destacar a importância de se consultar com um médico antes de tomar qualquer medicamento, seja ele natural ou não. Assim, você garantirá que o remédio traga o efeito desejado, além de evitar prejuízos à saúde pelo uso indiscriminado.

Também podemos ressaltar que o suplemento não deve ser consumido por menores de 18 anos, idosos ou adultos em condições específicas — diabetes, hipertensão etc. —, mulheres grávidas ou em período de amamentação.

O consumo de bebida alcoólica também deve ser suspenso durante o tratamento com o produto.

Ioimbina emagrece? Antes e depois

Relatos de usuários circulam pela Internet, compartilhando seus resultados após consumir a Ioimbina por um determinado período. Os benefícios mais destacados são aqueles envolvendo a perda de peso.

Mulheres entre 35 e 45 anos compõe grande parte desses depoimentos. Algumas afirmaram que as diferenças começaram a aparecer com poucas semanas de uso.

Outras alegaram que os resultados foram rápidos, como aumento da disposição para treinar e aceleração no processo de perda de gordura.

Ioimbina para emagrecer: efeitos colaterais

ioimbina para emagrecer efeitos colaterais

Conforme dissemos nos tópicos acima referente ao Morosil, também é essencial buscar orientação médica antes de iniciar o consumo da Ioimbina.

Mesmo se tratando de um suplemento natural, o uso sem orientação pode gerar malefícios para a saúde. Nesse sentido, seu uso incorreto pode causar:

  • efeitos colaterais leves: dores estomacais, ansiedade, tremores, tonturas, insônia, dores de cabeça, edemas, náuseas, vômito e reações alérgicas;
  • efeitos colaterais graves: aumento da pressão arterial, problemas para respirar, taquicardia, insuficiência renal, convulsões, ataques cardíacos, paralisia, queda brusca de pressão arterial, insuficiência renal progressiva, morte.

Especialistas destacam que, quando ingerida em doses controladas, a Ioimbina não apresenta efeitos colaterais. Porém, deve-se evitar a automedicação. Caso qualquer desconforto apareça, é indispensável procurar atendimento médico.

Contraindicações da Ioimbina

Qualquer pessoa que se enquadrar nos perfis abaixo, não podem ingerir o suplemento, sob hipótese alguma:

  • crianças, mulheres grávidas ou amamentando;
  • pessoas propensas a hemorragias;
  • homens com problemas de próstata;
  • pessoas com doenças hepáticas;
  • indivíduos com quadros de esquizofrenia;
  • pacientes com doenças renais;
  • pessoas com alterações na pressão arterial;
  • pessoas com problemas cardíacos;
  • pessoas com diabetes;
  • diagnosticados com depressão.

Pacientes que precisarão passar por procedimentos cirúrgicos devem parar com a Ioimbina, pelo menos, 2 semanas antes da intervenção.

Interações medicamentosas

Além de prestar atenção nas contraindicações, também é necessário de informar sobre as possíveis interações medicamentosas entre a Ioimbina e outros remédios. São eles:

  • remédios usados no tratamento da depressão, sob o risco de potencializar os efeitos colaterais do suplemento;
  • medicamentos para reduzir a pressão arterial, pois a Ioimbina pode aumentar a pressão sanguínea;
  • remédios para pressão alta, pelos mesmos motivos acima;
  • estimulantes, pois aceleram o sistema nervoso. Em conjunto com a Ioimbina, esse efeito será potencializado, elevando a pressão arterial e, consequentemente, os batimentos cardíacos.

Advertências sobre rotulagem imprecisa

Apesar de já existir amplamente no mercado brasileiro, a Ioimbina é um produto importado dos Estados Unidos. No país, os suplementos dietéticos não são totalmente regulamentados pela FDA (Federal Drug Administration).

Isso significa que, as chances de você adquirir um produto que não condiz exatamente com o que está escrito no rótulo. Especialmente se comprar de empresas com credibilidade duvidosa.

Um estudo organizado pela Harvard Medical School, analisou 49 suplementos diferentes de Ioimbina. De acordo com a instituição, 78% deles apresentaram diferenças significativas entre a composição real e o que foi informado no rótulo.

Esse é um cuidado que você precisa tomar, pois, consumir uma dose mais elevada do recomendado por dia, aumenta as chances de surgirem efeitos colaterais leves e graves.

Por isso, prefira, sempre, comprar suplementos de empresas certificadas e bem reconhecidas no mercado.

Conclusão

Tomar Ioimbina para emagrecer pode ser uma ótima estratégia, desde que aliada a uma rotina de exercícios físicos e dieta balanceada. Como pode ver, o suplemento também auxilia em outros aspectos da saúde, como aumento da energia e disfunção erétil.

Para tratar a impotência sexual, as recomendações de consumo são diferentes do emagrecimento. As cápsulas devem conter a dosagem de 5,4mg e a ingestão deve acontecer 3 vezes ao dia, por até 10 dias consecutivos.

Contudo, é importante destacarmos novamente o risco de comprar o suplemento sem verificar a credibilidade do fornecedor. Pesquisas indicam que a Ioimbina, quando não regulamentada, pode apresentar informações errôneas nos rótulos.

Ingerir uma quantidade maior do que a recomendada por dia e por peso — 0,2mg/Kg, 3 vezes ao dia —, pode sobrecarregar o organismo e causar reações graves, com náuseas, vômitos, taquicardia, insuficiência renal e outros.

Portanto, consulte um médico antes de começar o tratamento com Ioimbina. Dessa forma, poderá garantir que os resultados almejados serão alcançados de forma segura e saudável.

Além disso, na hora de procurar uma farmácia de manipulação para adquirir seu produto, prefira sempre aquelas com boa reputação no mercado.

A UnicPharma é um ótimo exemplo, pois conta com um rigoroso Controle de Qualidade para oferecer produtos excelentes a todos os consumidores.

Gostou do nosso material? Então, conheça nossos remédios e suplementos para emagrecer e cuide bem da sua saúde!

Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.