skip to Main Content
Tangerina

Também conhecida como bergamota ou mexerica, a tangerina é uma fruta riquíssima. É cheia de vitamina A e vitamina C, além de flavonoides. Dessa forma, é ótima para fortalecer o sistema imunológico, previne e combate a anemia, gripe e até mesmo o envelhecimento precoce.

Assim também, a tangerina conta com um baixo teor de gorduras e calorias, junto com boas quantidades de fibras e potássio. Ou seja, ajuda no combate da prisão de ventre, perda de peso e na prevenção de doenças, como a diabetes e pressão alta.

Se trata de uma fruta fácil de ser encontrada, além de muito versátil. Dessa forma, pode-se consumir como sobremesa, lanches ou usada em receitas, como em molhos, bolos e sucos. Enquanto isso, as suas folhas e a casca podem ser usadas em chás ou na produção de óleos essenciais.

A diferença de bergamota, ponkan e tangerina

A fruta pode ser encontrada em outros subtipos, como a bergamota e a ponkan. A bergamota é menor, mais achatada e também tem uma casca mais fina e lisa. Além disso, a encontramos em feiras e supermercados. Conseguimos consumir como fruta, sucos, licores, saladas, bolos ou molhos. Enquanto isso, a sua casca e folhas são boas para chás e óleos essenciais.

Enquanto isso, a ponkan é grande e pesada. Além disso, tem a casca grossa e poroso. Com isso, a fruta acaba sendo mais “solta” e mais fácil de descascar – ao contrário da bergamota, que tem a casca “agarrada” à fruta. Além disso, também existe outro tipo de bergamota, conhecida como “bergamota verde”. Apesar de pouco conhecida, geralmente a usamos para a produção de óleos essenciais.

Os principais benefícios da tangerina

A tangerina conta com inúmeros benefícios, desde a prevenção contra doenças cardíacas até a redução do colesterol “ruim”. Dessa maneira, para conseguir os benefícios da fruta, deve-se consumir junto a uma alimentação balanceada e associada com a prática regular de atividade física.

Ajuda na perda de peso

A tangerina é uma fruta de baixo índice glicêmico. Dessa maneira, aumenta o controle da fome, pois consegue ser absorvida mais lentamente. Dessa forma, se mostra como uma boa opção para dietas de perda de peso. Além disso, previne o sobrepeso e a obesidade. Assim também, rica em potássio e água, a tangerina também favorece a eliminação do excesso de líquido, ajudando no emagrecimento.

Previne as doenças cardíacas

Como tem muitas fibras, como a pectina, celulose e pictina, a tangerina consegue ajudar a diminuir a absorção de gordura da dieta. Além disso, elimina o excesso de gordura pelas fezes, prevenindo doenças cardíacas, como derrame, pressão alta e infarto. Assim também, rica em antioxidantes, essa fruta combate aos radicais livres. Ou seja, reduz o acúmulo de placas de gordura nas veias, além de melhorar a saúde das artérias, evitando a aterosclerose.

Combate e evita a prisão de ventre

Como é rica em fibras e água, dois compostos fundamentais para formar o bolo fecal e melhorar o movimento natural do intestino, a tangerina facilita a eliminação das fezes. Além disso, combate a prisão de ventre. As suas fibras também servem como alimento para as bactérias benéficas do intestino, promovendo o equilíbrio da flora intestinal.

Diminui o LDL

A tangerina possui uma boa quantidade de fibras como a pectina, que ajudam a diminuir os níveis do colesterol total e do colesterol LDL no sangue. Dessa forma, evita doenças, como o derrame e o infarto. Além disso, a fruta tem bastante riqueza quando o assunto é flavonoides, vitamina C e ácido cítrico, antioxidantes que combatem o excesso de radicais e livres e impedem a oxidação do colesterol “ruim”, o LDL. Isso porque diminui o excesso de colesterol no sangue e evita a aterosclerose.

Fortalece o sistema imunológico

Por conta de seus compostos, a tangerina consegue impedir uma formação excessiva de radicais livres. Dessa forma, fortalece o sistema imunológico, além de prevenir doenças, como gripe, resfriado e até mesmo alguns tipos de câncer. Além disso, a tangerina também atua como um prebiótico, fortalecendo as bactérias benéficas do intestinos. Isso diminui o risco de infecção, além de também ser essencial para a prevenção do câncer do intestino.

Previne e controla a diabetes

Como tem boas quantidades de fibras, a tangerina tem um baixo índice glicêmico, o que acaba ajudando a equilibrar os níveis de glicose no sangue. Dessa forma, evita a resistência insulínica e a diabetes. Além disso, a fruta também consegue regular os níveis de glicose no sangue, auxiliando no controle da diabetes. No entanto, não pode substituir o uso de medicamentos pelo consumo da fruta.

Mantém a saúde da pele e dos cabelos

Como é uma fonte de vitamina C, ácido cítrico e vitamina A, que são potentes antioxidantes, que combatem a ação dos radicais livres e dos raios ultravioletas do sol na pele, a tangerina evita problemas, como câncer de pele e dermatites. Além disso, os seus antioxidantes ajudam na formação de colágeno, melhorando a hidratação da pele e cabelos, prevenindo rugas e flacidez.

Ajuda no tratamento da anemia e da ansiedade

Assim como já dito, a tangerina é rica em vitamina C. Ou seja, melhora a absorção de ferro presente em carnes e vegetais, ajudando no tratamento da anemia. Isso acontece porque o ferro é essencial na formação da hemoglobina, que fica diminuída na anemia. Além disso, tem um efeito calmante no sistema nervoso central. Por isso, a sua casca tem sido usada em chás e óleos essenciais, ajudando a diminuir os níveis do hormônio cortisol no organismo, sendo fundamental nos tratamentos de ansiedade e estresse.

Como consumir a tangerina?

Podemos consumir a tangerina fresca e inteira, sendo uma ótima opção para sobremesas ou nas pequenas refeições. Enquanto isso, as suas folhas e cascas podem servir como chás. Além disso, a casca são bons para óleos essenciais, usados na pele ou em aromatizador de ambiente.

Os principais usos, porém, são em chás e óleos. O chá pode ser preparado usando uma colher de sopa das folhas limpas e frescas em 250 ml de água fervendo. Deixe descansar por 5 a 10 minutos. Espere ficar morno, coe e beba. Enquanto isso, os óleos são encontrados em lojas de produtos naturais ou em drogarias. Dilua 5 gotas em 1 colher de sopa de óleo de coco ou de jojoba. Aplique na pele para auxiliar tratamentos de dermatite ou psoríase. Evite a exposição ao sol por até 6 horas depois da aplicação, a fim de evitar irritação.

Uma outra possibilidade acaba sendo a infusão. Para isso, coloque a casca de 4 tangerinas frescas em 1 litro de água. Ferva a mistura por cerca de 2 minutos. Deixe repousar por mais 10 minutos. Logo depois, retire a casca. Beba morna ou até mesmo gelada.

Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.