skip to Main Content

O envelhecimento da pele é um processo natural, que surge conforme o passar do tempo, demonstrando os sinais da idade. Além disso, alguns hábitos, como a exposição aos raios solares e até a poluição, também aceleram o aparecimento de manchas, rugas e flacidez. Dessa forma, aumentam a necessidade de tratamentos potencializados.

No entanto, hoje em dia existem diversos tratamentos para evitar e tratar os mesmos. Geralmente, os sinais da idade começam a aparecer por cerca dos 30 anos. Nessa etapa da vida, há uma diminuição da renovação celular e da produção de colágeno e elastina.

Com isso, o Blog da Unic separou algumas dicas. Confira!

Rugas e marcas de expressão

As rugas ou linhas de expressão são causadas pela movimentação repetitiva dos músculos do rosto. Além disso, a exposição solar exagerada (que desgasta e enfraquece a pele), o excesso de movimentação (como o franzir os olhos com força sempre que se está exposto à claridade), genética (como algumas pessoas têm maior predisposição do que outras a ter formação de rugas) também podem favorecer ao aparecimento.

Assim também, com o passar do tempo, as pessoas perdem a quantidade e qualidade do colágeno, que representa a elasticidade. O ácido hialurônico, que dá plasticidade à pele. A ausência destes dois favorece a formação de rugas e da flacidez. Dessa forma, é por isso que, ao movimentar e contrair o rosto, há o surgimento dessas marcas. A pele, quando jovem, volta ao normal e sem rugas. Enquanto isso, quando é madura tem maior facilidade em produzir esses sinais.

Tendo o nome técnico de rítide, as marcas de expressão são divididas em duas maneiras. As rítides dinâmicas dão outra aparência ao rosto, com as expressões de felicidade, susto, raiva, tristeza, entre outros. Dessa maneira, são marcas que se formam quando há movimentos, principalmente, dos olhos e da testa. Enquanto isso, as rítides estáticas são aquelas que, mesmo que a pessoa esteja parada, os vincos estão presentes.

Entre as rugas mais conhecidas, estão:
  • Rugas de preocupação, que formam entre as sobrancelhas;
  • Rugas da testa, que se formam no meio da testa;
  • Pés de galinha, que parecem literalmente pés de galinha ao redor dos olhos;
  • Código de barra, que se formam abaixo do nariz, na região do buço;
  • Bigode chinês, que parecem parênteses ao redor da boca, aquelas pregas que se forma do canto do nariz até o canto da boca;
  • Linhas de marionete, que são aquelas pregas que se formam do canto da boca até o queixo.

Manchas na pele

No entanto, não são apenas as rugas que podem atormentar. As manchas consegue incomodar e podem aparecer em qualquer momento da vida. Existem diversos tipos. No entanto, as mais frequentes são as manchas senis (ou melanoses), melasmas, sardas, manchas pós-inflamatórias (como as causadas pela pele com acne) e as queratoses seborreicas.

Entre as manchas mais conhecidas, estão:
  • Melasma, que costuma ser grande, irregular e, geralmente, é associado à gravida (apesar de não ser exclusivo de gestantes);
  • Queratose seborreica, que geralmente é menor e ocorre em partes com mais oleosidade da pele;
  • Manchas pós-inflamatórias, que são aquelas que, geralmente, são causadas pela pele com acne;
  • Sardas, que são aquelas causadas por conta do excesso de exposição solar, parecida com pintinhas no rosto;
  • Lentigo solar, que aparece conforme o envelhecimento da pele.

Os principais vilões…

Algumas ações do tempo podem ser grandes fatores para causar o aparecimento das rugas e manchas. Sobre os primeiros, aparecerão com o tempo – afinal, é algo genético e faz parte do funcionamento do organismo. No entanto, tudo depende do ambiente e estilo de vida das pessoas. Dessa forma, conforme a poluição, tabagismo, sedentarismo, exposição à radiação ultravioleta (UV) desprotegida, estresse ou até atividade física excessiva podem acelerar esse aparecimento.

Os três principais, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), são:

  • Tabagismo: deixa marcas acentuadas do envelhecimento, pois o calor da chama e o contato da fumaça com a pele provocam o envelhecimento e a perda de elasticidade da pele. Além disso, o tabagismo diminui o fluxo sanguíneo da pele, o que prejudica a oxigenação dos tecidos. Logo, contribui para a formação das rugas.
  • Álcool: altera a produção de enzimas e estimula a produção de radicais livres, o que causa o envelhecimento. A única exceção, porém, é o vinho tinto. Se consumido de maneira moderada, possui uma ação antirradical livre – isso porque é rico em resveratrol e flavonoides, dois antioxidantes potentes.
  • Radiação solar: causa queimaduras e fotoenvelhecimento. Afinal, muitas alterações de pigmentação da pele acabam sendo provocadas pela exposição solar, como as manchas, pintas e sardas. Enquanto isso, a pele fotoenvelhecida é mais espessa, geralmente amarelada, áspera e manchada. Além disso, conta com um maior número do rugas.

…e os super-heróis

No entanto, é possível cuidar da pele. Dessa forma, o ideal é que se cuide desde cedo, fazendo com que os sinais de envelhecimento demore mais a aparecer. Segundo o SBD, pessoas com problema de acne devem tratar a pele desde a adolescência, por conta das cicatrizes, que podem ser bastante difíceis de resolver. A pessoa pode iniciar a prevenção do envelhecimento a partir dos 25 anos de idade, quando o organismo começa a reduzir a produção de colágeno e ácido hialurônico.

Para evitar as rugas, um dos principais aliados acaba sendo o protetor solar. Afinal, o produto consegue conter e bloquear os efeitos dos raios ultravioletas. Além disso, auxilia na prevenção de cânceres e retarda o envelhecimento. O recomendado é que se aplique cerca de três vezes ao dia, mesmo que se vá em lugares fechados. A luz visível, por exemplo, é uma das causadoras do melasma.

Tratamentos

Enquanto isso, para quem começa a sofrer com algumas marcas, alguns tratamentos estéticos também ajudam. Um dos exemplos é a tóxica botulínica (o botox), que suaviza as marcas da testa e olhos, desde que não sejam muito profundas. Além disso, o ácido hialurônico também podem remover sulcos e linhas mais profundas, como o bigode chinês.

Os peeling diários também podem ser uma solução importante para quem quer remover as manchas da pele. Afinal, esse procedimento consegue uniformizar o tom do rosto, além de melhorar a textura e clarear manchas, prevenindo que novas apareçam. Os dermocosméticos anti-idade estimulam a renovação celular e a produção de colágeno e elastina, ajudando para quem quer tratar as rugas e linhas de expressão.

Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.