skip to Main Content
dor de garganta

Inverno chegou, e, geralmente, a imunidade acaba dando uma caída. Com os frios intensos, alguns inimigos da saúde podem aparecer. É aí que podem aparecer aquelas sensações de inchaço, vermelhidão, excesso de catarro, dificuldade em falar ou engolir. E é importante ficar sempre atento. Afinal, todos esses sinais incômodos estão ligados à dor de garganta.

Dessa maneira, gripes, resfriados, infecções das amígdalas ou faringe, tensão da voz e alergias respiratórias podem causar coceiras e irritação na garganta. Dessa maneira, algumas situações que você evita pode ajudar a prevenir a dor de garganta.

Por isso, o Blog da UnicPharma separou tudo para você aprender a evitar esse problema.

Dor de garganta

A dor de garganta pode ser um sintoma bem comum, mas é bem dolorido. Dessa forma, pode vir acompanhada de alguns companheiros, que ajudam a evitar e trazer um alívio para quem sofre com esse problema. Dessa forma, é sempre importante ficar de olho.

O que pode causar a dor na garganta

Entre os principais inimigos para quem quer evitar qualquer sinal incômodo ligados à dor de garganta.

  • Forçar a voz: lesões nas cordas vocais são uma das causas mais comuns quando o assunto é dor de garganta. Dessa forma, seja em festa com músicas altas ou até mesmo no trabalho, isso é algo bem prejudicial. Assim, para evitar os quadros de dor e rouquidão, dê um descanso sempre que possível. Além disso, evite falar muito alto ou até mesmo sussurrar. Cuide também o estresse, que pode causar tensão na região.
  • Oscilações de temperatura: as variações de temperaturas influenciam muito nas doenças respiratórias. Por isso, alergias geralmente aparecem. Dessa maneira, é muito importante evitar expor o corpo a esse cenário. Caso seja algo natural, nas trocas de estações do ano, ande bem agasalhado, ingira bastante líquidos e mantenha seu corpo saudável, com uma boa alimentação.
  • Locais cheios e não arejados: pessoas podem estar infectadas por vírus ou bactérias, proliferando doenças por meio do ar. Dessa forma, evitar locais cheios é importante. Além disso, quando se trata de lugares muito fechados, onde há maior exposição a fungos e ácaros, alergias respiratórias podem dar as caras. Assim, para o bem da garganta, frequente locais com janelas abertas, lave bem as mãos e certifique-se que os ambientes estão livres das sujeiras.

Como evitar?

Hidrate-se

Uma das medidas mais recomendadas para quem sofre com a dor ou inflamações na garganta é a hidratação. Dessa forma, mantendo a hidratação das cordas vocais, é possível deixar as secreções mais fluidas, o que facilita a expectoração. Além disso, beber água também fundamental para que as reações de defesa do organismo fiquem ativas e prontas para combater os vírus e bactérias.

Remédios podem ajudar!

Caso a dor seja grande, o uso de remédios podem ajudar no tratamento de inflamações e infecções da garganta. Dessa forma, o uso de anti-inflamatórios e antibióticos, indicados por um médico, podem dar um fim na infecção e prevenir que volte a acontecer. Assim, é importante que seja feita uma avaliação médica, pois é um indicador de sintomas de diversas causas.

Gengibre e o seu poder de cura!

A raiz é um importante e poderoso anti-inflamatório. Porém, ela age apenas no tratamento do sintoma, sem alterar o processo de cura da doença, que está causando a dor de garganta. Enquanto isso, quando se trata de uma inflamação causada pela ação de vírus ou bactérias, o uso de substâncias com ação anti-inflamatória aliviam os sintomas e reduzem a intensidade. Nesse caso, tanto o chá quanto a bala feita pelo gengibre ajuda no alívio do sintoma. A bala, inclusive, ajuda na salivação, algo que lubrifica as cordas vocais e melhora o local da dor.

A ajuda dos chás

Assim como já dito anteriormente, a água é fundamental para o tratamento. Como qualquer chá tem água na sua composição, pode servir como um importante tratamento. No caso da dor de garganta, aposte nas substâncias com ação anti-inflamatória, como o gengibre e o alho, que reduzem o inchaço que costuma estar presente nos processos inflamatórios, consequência de infecções por vírus ou bactérias. Contudo, é preciso muita atenção! Tome bastante cuidado com a temperatura da bebida. Isso porque o chá quente pode acabar aumentando a inflamação da garganta, o que pode piorar ainda mais a dor.

Gargarejo = pode se tornar o seu melhor amigo!

Por fim, a hidratação local sempre ajuda e melhora o processo de inflamação que acontece nas agressões por fatores e agentes externos, como vírus, bactérias ou processos alérgicos. Dessa maneira, o gargarejo com água morna se torna uma grande opção para aliviar a dor e até mesmo a ajudar no tratamento da doença. Assim, apostar no gargarejo com água, geralmente, auxilia a diminuir as placas de pus nas amígdalas.

Contudo, é preciso muito cuidado. Afinal, é importante que o gargarejo seja feito apenas com água. Dessa forma, não faça misturas com própolis, mel, sal, vinagre ou até mesmo chás. Ou seja, estes podem trazer um efeito ao contrário. Assim, usando esses ingredientes, você pode acabar correndo o perigo e o risco de piorar a dor de garganta ou causar uma irritação no local. Assim, o gargarejo vai te ajudar, principalmente, quando se tratar de um caso de dor de garganta irritativa, aquelas em que acontece por conta do ar seco ou da poluição do local.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.