skip to Main Content
febre reumática

Recentemente, o influenciador digital e tiktoker Wueverton Silva, conhecido como Wue Silva, foi diagnosticado com febre reumática. Com 20 anos, o jovem começou a sentir dores através de uma infecção na garganta. Após 12 dias de internação, ele recebeu o diagnóstico de febre reumática. Atualmente, ele se recupera em casa, ao lado da família. A doença, que geralmente aparece em crianças e adolescentes, pode trazer um grande desconforto para o paciente.

Por isso, o Blog da Unic separou tudo sobre o que é essa doença!

Afinal, o que é a febre reumática?

A febre reumática é uma doença autoimune caracterizada pela inflamação de vários tecidos do corpo. Dessa forma, resulta em dor nas articulações, além do surgimento de nódulos na pele, problemas cardíacos, fraqueza muscular e movimentos involuntários. Assim também, os dedos podem ficar inchados e a locomoção mais difícil e dolorosa.

A febre reumática geralmente acontece depois de um episódio de infecção e/ou inflamação da garganta não tratada de maneira correta, causada pela bactéria Streptococcus pyogenes. A infecção por essa bactéria é mais comum em crianças e adolescentes até os 15 anos. No entanto, pode acontecer em pessoas de qualquer idade.

Dessa forma, em caso de sinais e sintomas de faringite e amigdalite recorrentes, se recomenda uma consulta com um médico de confiança, a fim de que possa se iniciar um tratamento adequado para evitar as complicações da infecção por Streptococcus pyogenes.

Causas

Assim como dito anteriormente, a febre reumática é causada pela bactéria Streptococcus pyogenes. Assim, a mesma leva a uma ativação do sistema imunológico, fazendo com que produza anticorpos. Dessa forma, além de combater a infecção, podem atacar e até mesmo destruir células saudáveis de diversos órgãos, como se fossem estranhos no organismo. Isso faz com que apareçam os sintomas.

Geralmente, a febre reumática é mais comum de acontecer em pessoas com histórico familiar da doença. Além disso, quando a infecção pela bactéria Streptococcus pyogenes não é tratada de forma correta, por meio do uso de antibióticos, também faz com que seja mais comum de acontecer.

Sintomas da febre reumática

Quando a infecção pela bactéria Streptococcus pyogenes não é tratada da maneira correta com o uso de antibióticos, conforme a indicação de um clínico geral ou pediatra, os anticorpos produzidos na inflamação podem atacar diversos órgãos do corpo. Os mais afetados podem ser as articulações, pele, cérebro e coração.

Geralmente, a pessoa não pode andar e sente dificuldade em utilizar os dedos. Atividades básicas, como tomar banho e se locomover, precisam de um auxílio. Além disso, a febre, que pode chegar até aos 39ºC, é um dos sintomas mais frequentes.

Nas articulações, geralmente há dor e inchaço em joelhos, cotovelos, tornozelos e punhos. Além disso, há um padrão migratório. Ou seja, a inflamação pode alternar de uma articulação para outra. Além disso, pode durar até 3 meses.

Nos sintomas cardíacos, acontece mais a falta de ar, cansaço, tosse, inchaço nas pernas, dor no peito e até sopro cardíaco. Assim, isso acontece por conta da inflamação das válvulas e músculos do coração. Na pele, pode aparecer nódulos ou manchas avermelhadas.

A febre reumática também pode contar com sintomas neurológicos. Dessa maneira, pode haver movimentos involuntários do corpo, como levantar braços ou pernas sem a pessoa querer. Essas manifestações acabam sendo mais conhecidas como coreia. Além disso, pode acontecer uma oscilação constante de humor, fraqueza muscular e fala arrastada.

Por quanto tempo duram os sintomas?

Os sintomas da febre reumática geralmente aparecem entre 2 semanas até 6 meses após a infecção da bactéria. Dessa forma, pode durar por vários meses, dependendo da realização correta do tratamento, além da imunidade de cada pessoa. Se lesões causadas no coração forem muito graves, a pessoa pode ficar com sequelas no funcionamento cardíacos. Assim também, como os sintomas podem acontecer em surtos, a cada vez que aparecem as consequências cardíacas podem ser piores, o que coloca a vida da pessoa em risco.

Diagnóstico da febre reumática

O diagnóstico da febre reumática é feito pelo clínico geral, reumatologista ou pediatra. Dessa forma, o médico vai ter uma base na presença dos principais sintomas e exame físico do paciente. Além disso, pode-se analisar o resultado de alguns exames de sangue que demonstram inflamação, como VHS e PCR.

Como é feito o tratamento?

Antes de tudo, a febre reumática tem cura. Para o tratamento, é preciso a orientação de um pediatra ou um clínico geral. Assim, o profissional pode indicar o uso de antibióticos, como a injeção de Benzetacil. No entanto, é tudo de acordo com a indicação do médico. Dessa forma, dependendo da gravidade, injeções intramusculares podem ser aplicadas no intervalo de 21 dias.

Como se prevenir?

Vale destacar que a prevenção se faz muito importante, pois ajuda a evitar o desenvolvimento e sequelas da infecção. Dessa maneira, em casos de faringite ou amigdalite por Streptococcus pyogenes, deve-se realizar o tratamento recomendado pelo médico por completo, mesmo que não existam mais sintomas.

Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.