Falta De Ar Constante

De onde vem a falta de ar constante

A falta de ar é incapacitante e pode ter origem em problemas sérios no coração

É comum a gente sentir falta de ar em alguns momentos do dia, como ao correr atrás do ônibus, subir uma escada ou praticar exercícios extenuantes.
Repare que essas são situações que exigem certo esforço físico, o que justifica a respiração mais ofegante e um pouco de cansaço.
Outro ponto importante: normalmente, nesses casos, a falta de ar aparece e desaparece logo. Sem grandes prejuízos às atividades.
Agora, quando a falta de ar dá as caras em momentos inusitados, como ao conversar, alimentar-se, fazer pequenos movimentos, e demora algum tempo para passar, então, é sinal de que algo pode estar errado.
Problemas respiratórios ou pulmonares são comumente relacionados à falta de ar. Mas existem outras condições clínicas que predispõem a isso. Obesidade, anemia, ansiedade e até alergias são algumas delas.
Outras condições que levam à falta de ar constante são aquelas que afetam o coração, como ataque cardíaco, insuficiência cardíaca, arritmia.
Nesses casos, a falta de ar é causada pela capacidade reduzida do coração de levar oxigênio para o corpo todo através da circulação do sangue.
Ainda que não parece algo grave, a falta de ar é bastante incapacitante e prejudica muito a rotina – ainda mais se é constante.
Quando tem origem cardíaca, é pior ainda, já que os problemas do coração, se não tratados, podem ter sequelas graves e até levar à morte.
Então, se você sente falta de ar o tempo todo, busque ajuda médica para um diagnóstico adequado. Só assim você melhora sua qualidade de vida e protege a sua saúde!

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *