skip to Main Content

A vitamina D é uma grande aliada em relação aos cuidados com a estrutura óssea de todo o corpo. Bem como a saúde dentária. Isso porque ela ajuda na absorção de cálcio pelo organismo, que torna as dentições mais fortes e saudáveis.

Segundo estudos, a vitamina D auxilia na regularização do metabolismo, resultando em diversas vantagens para a saúde de diferentes partes do corpo.

Além disso, também mostram que a substância possui grande ação no fortalecimento da arcada dentária, principalmente em casos de uso do aparelho invisível ou convencional.

Sendo assim, vamos explicar neste conteúdo quais os benefícios gerados pela vitamina D na saúde bucal. Ademais, veja quais os principais impactos causados por conta da sua ausência no organismo. Continue conosco e saiba mais!

A importância da vitamina D na saúde bucal

A vitamina D pode ser absorvida através de alimentos específicos e exposição ao sol. Tal substância possui papel fundamental no combate de problemas cardiovasculares e nos rins, além de auxiliar na saúde odontológica.

Além disso, muitas pessoas que possuem problemas como cáries e periodontites também apresentam um quadro de déficit dessa vitamina em seu organismo. Portanto, o consumo de alimentos ou complexos vitamínicos com a substância fazem toda a diferença.

Para evitar casos extremos, como necessidade de tratamentos de canal ou prótese dentaria, visite seu dentista de confiança para realizar os procedimentos necessários para garantir sua saúde bucal, como a aplicação de facetas, por exemplo.

Visitas periódicas ao médico também fornece a possibilidade de checar se você possui ou não um déficit dessa vitamina.

Vitamina D em gestantes e crianças

As gestantes necessitam de uma grande quantidade de vitamina D. Sendo assim, é recomendável uma dieta rica nessa substância, bem como banhos de sol fora dos horários de exposição alta aos raios ultravioleta e sempre utilizando protetor solar.

Com uma boa quantidade de vitamina D no organismo, a gestante garante a saúde dental do bebê, evitando qualquer tipo de problema com a dentição primária da criança.

O mesmo ocorre durante o crescimento da criança. Além de ainda possuir dentes de leite em crescimento, também se torna fundamental a presença da vitamina D no organismo para desenvolver sua dentição permanente de forma saudável e forte. 

Essa necessidade se torna ainda mais ressaltada, principalmente, em casos onde, no futuro, a criança necessite do uso de um aparelho dentário invisível ou convencional.

Fontes de vitamina D

De acordo com os especialistas, o ideal é que a exposição mínima ao sol diária deve ser de 5 até 30 minutos, além do consumo de alimentos ricos em vitamina D. Caso você não saiba quais seriam as principais fontes alimentares dessa substância, conheça algumas a seguir:

  • Peixes de água fria e profunda (atum, salmão, etc);
  • Leite;
  • Fígado;
  • Gema de ovo;
  • Cogumelos cultivados sob a luz do sol.

Mesmo com o consumo desses alimentos, é possível que algumas pessoas ainda apresentem um certo déficit de absorção de vitamina D. Portanto, consulte um clínico geral para verificar suas taxas de vitaminas.

Possíveis problemas por falta de vitamina D

De acordo com especialistas, o próprio déficit de cálcio pode ser causado devido à falta de vitamina D no organismo. Isso porque a substância estimula a absorção intestinal do cálcio, essencial para a formação saudável dos dentes.

Assim, mesmo que haja alguma complicação ortodôntica, como o uso de um aparelho branco, seus dentes se manterão fortes e resistentes em relação a problemas de cárie, por exemplo.

Além disso, a falta de vitamina D no organismo poderá auxiliar no crescimento de problemas ósseos, como a osteoporose, e também podem facilitar a perda dos dentes, inflamações gengivais e atrapalhar na osseointegração de uma prótese fixa.

Portanto, engana-se quem acredita que adultos não possuem problemas em relação ao crescimento dental. Na realidade, independentemente da idade, nossos ossos e dentes constantemente passam por remodelações.

Outro problema causado pela falta de vitamina D é a má formação dos dentes e a hipomineralização, como é conhecida a sensibilidade dos dentes, destruição coronária, alteração do esmalte dentário e comprometimento da estética do sorriso.

Todos os problemas mencionados podem acabar sendo desenvolvidos em graus que nem mesmo a aplicação das facetas de porcelana pode solucionar.

Portanto, para evitar problemas devido ao déficit dessa substância na saúde bucal e demais locais do corpo, realize exames e consultas de check-ups constantemente, verificando sempre seus níveis de vitamina e outros fatores.

Além disso, não deixe de consultar seu dentista de confiança em relação a todos os tipos de problemas dentários, bem como os causados pelo baixo nível de vitamina D no sangue.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Status Fit Center, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.