skip to Main Content
estrias e celulites

Celulites e estrias podem acabar se tornando um grande problema para quem quer manter a auto estima lá no alto. Comuns tanto em homens e mulheres, essas marcas aparecem em qualquer parte do corpo, principalmente as estrias. Muitas pessoas aceitam e amam elas. Porém, outras pessoas ficam abaladas e querem evitá-las ou removê-las.

Assim, o Blog da UnicPharma separou os melhores e dicas para evitá-las.

Estrias

Assim como já dito, as estrias aparecem em qualquer parte do corpo. Essas marcas acontecem por conta de um rompimento das fibras elásticas, que sustentam a camada intermediária da pele. Estas são formadas por colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade e tonicidade da pele. Segundo estudos, consegue-se recuperá-las com trtamentos simples.

O que pode ajudar?

Hoje em dia, existem inúmeros tratamentos para eliminar as estrias.

Ácidos

Existem diversos ácidos que podem combater as estrias. Dessa maneira, o ácido retinoico acaba sendo a melhor opção, pois melhora a produção de colágeno. O tratamento, geralmente, pode ser realizado pela própria pessoa em casa, seguindo as recomendações de um médico. Este tratamento acaba sendo mais efetivo em estrias novas (avermelhadas), mas pode-se usar em estágios avançados (estrias brancas).

Peeling

Se trata da aplicação de um ácido, em uma forma mais concentrada, na área com estrias. Esse tratamento faz com que o ácido fique na pele de seis a oito horas, sendo retirado depois, pelo paciente, durante o banho. O peeling deve acontecer com um médico dermatologista de confiança. Pode-se fazer em todos os tipos de estrias, exceto quando acontece ulceração no local.

Subcisão

A subcisão é uma técnica simples, onde se inserem agulhas nas estrias. Dessa maneira, promovem o rompimento interno da fibrose já no interior das células. Assim sendo, com um “hematoma no local”, esse tratamento faz com que o organismo promova uma nova organização do tecido. De acordo com especialistas, é mais útil para estrias largas e profundas. No entanto, acaba sendo mais utilizado como uma forma de potencializar outros tratamentos.

Tratamentos a laser e luz pulsada

Indicado para estrias mais recentes, o tratamento com luz pulsada se trata de uma técnica em que se usa uma tecnologia que emite luz. No entanto, vale destacar que não é uma técnica com laser. Dessa maneira, com a luz pulsada, a luz gera calor na pele, o que faz com que estimule o colágeno.

Enquanto isso, outro tratamento que também traz resultados mais rápidos e satisfatórios acaba sendo os tratamentos que utilizam os lasers. Dessa maneira, acabam sendo realizados disparos de lasers sobre as estrias e a área mais próxima. Assim sendo, estimula a produção de colágeno e a reconstrução das fibras. Segundo especialistas, o laser serve para todos os tipos de estrias, sendo elas recentes ou mais antigas. No entanto, há contraindicações, como pessoas que apresentam lúpus, problemas de coagulação e outras doenças dos colágeno.

Cremes

Sabemos que, hoje em dia, existem diversos cremes para estrias disponíveis no mercado. Assim, esses produtos combinam, em suas fórmulas, complexos antielasteses. Dessa maneira, acabam protegendo o colágeno e a elastina da degradação. Enquanto isso, por conta dos óleos vegetais também presentes, hidratam a pele, além de contar com propriedades antioxidades.

De acordo com médicos especialistas, deve-se aplicar após o banho. Afinal, neste momento, ocorre uma dilatação dos poros, o que favorece a absorção de substâncias. A indicação é de que deve-se aplicar duas vezes ao dia, de manhã e à noite. Para encontrar o melhor e mais indicado produto, recomenda-se a consulta com um profissional.

Celulites

Sabe aqueles “buraquinhos” que aparecem, geralmente, nas pernas. Isso são as celulites. Dessa maneira, pode acabar acontecendo por diferentes fatores, como ficar horas sentadas, má alimentação ou até mesmo alguma influência genética. Se trata de algo comum na pele de muitas pessoas. Contudo, cerca de 85% das mulheres com mais de 35 anos convivem com esses “furinhos“.

Esse tipo de inflamação é dividido em três graus, dependendo da profundidade dos buraquinhos e até mesmo da consistência da pele, que pode ser mais ou menos flácida. Assim, no nível 1, a celulite só aparece quando a pele acaba sendo pressionada. Já no nível 2, não precisa-se de nenhum estímulo para notar a celular. Por fim, no grau 3, os furinhos são mais profundos, largos e em grande quantidade. Além disso, pode provocar sensação de dor.

O que fazer?

Segundo dermatologistas e especialistas na área, nenhum tratamento estético realmente funciona se não houve uma alteração na dieta ou até mesmo a prática de exercícios físico. Dessa maneira, deve-se reduzir o consumo de açúcar e de gorduras, além de tomar muita água. Exercícios aeróbios vão ajudar na queima da gordura localizada. Enquanto isso, a musculação traz firmeza para a pele.

Assim, para potencializar os resultados, existem alguns tratamentos indicados:

Drenagem linfática

A drenagem linfática acaba sendo indicada para todos os graus de celulite. Se trata de uma massagem voltada à eliminação de líquidos, que ficam acumulados nos tecidos. Dessa maneira, por meio desses movimentos, as toxinas e demais resíduos são expelidos. Assim, estimula a circulação sanguínea, melhorando o aspecto da pele.

Além disso, a drenagem ajuda a eliminar pequenos nódulos de gordura aprisionados no tecido. Dessa forma, então, esse tratamento acaba sendo bastante eficaz no combate ao problema. Assim também, acabar com a sensação de inchaço.

Massagem modeladora

Assim como a drenagem linfática, a massagem modeladora acaba sendo uma ótima pedida. Esse tratamento atua sobre o sistema linfático e sobre as placas de gordura. Dessa forma, isso acontece porque, para atingir a gordura, precisa uma massagem mais firme, com movimentos repetitivos e rápidos.

Com isso, acontece a vasodilatação, aumentando a oxigenação local e acelerando a velocidade da metabolização (o que ajuda a diminuir a flacidez). Essa massagem é indicada para todos os tipos de graus de celulite, desde que o problema seja associado a gordura localizada.

Creme anticelulite

Para surtir efeito, o uso dos cremes anticelulite precisa ser associado a outros tratamento e hábitos saudáveis. Geralmente, esses produtos promovem a quebra da gordura local, melhoram a microcirculação e o estímulo à produção de colágeno, o que melhora a celulite. Hoje em dia, existem diversas opões, com castanha da Índia, extrato de chá verde e outras composições.

Radiofrequência

De acordo com especialistas, a radiofrequência é uma dos tratamentos mais eficazes contra a celulite. Dessa maneira, esse tratamento estimula a produção de colágeno, o que acaba diminuindo as traves fibrosas que retraem o tecido e deixam a pele cheia de furinhos. No tratamento, o aparelho acaba usando uma radiação eletromagnética de alta frequência, o que faz com que as moléculas de água se agitem e aumentem a temperatura.

Se trata de um procedimento não invasivo e sem qualquer prejuízo para a pele. Além disso, acaba sendo um dos mais duradouro, pois reestrutura o tecido de uma maneira mais intensa. Por fim, é indicado para todos os graus de celulite, principalmente quando a flacidez é associada.

Laser

Por fim, o tratamento com laser pode ser de grande eficácia. Na área tratada, o profissional aplica uma anestesia. Depois disso, por meio de duas incisões pequenas, do tamanho da ponta de uma canela, são inseridas cânulas com a fibra ótima do aparelho. Logo depois, o laser é aplicado e destrói a gordura localizada, quebrando septos fibrosos, que deixam a pele com o aspecto irregular. Além disso, se trata de um procedimento que estimula a produção de colágeno e que deixa a pele mais firme, com maior elasticidade.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.