skip to Main Content
norovírus

Já ouviu falar em norovírus? Mesmo o nome não sendo muito conhecido, esse tipo de vírus pode estar mais presente no seu cotidiano do que você imagina. Saiba o que é, os principais sintomas, tratamento e como se prevenir.

O que é o norovírus?

O norovírus é um tipo de vírus, que possui uma alta capacidade de infecção. Além disso, possui uma alta taxa de resistência, o que o torna capaz de permanecer em superfícies nas quais a pessoa infectada tem contato – o que facilita a transmissão para outras pessoas.

Dessa maneira, o mesmo pode ser encontrado em alimentos e água contaminados. Assim também, é um dos maiores responsáveis pela gastroenterite viral nos adultas – o que é diferente do rotavírus, mais frequente em crianças.

O que é o rotavírus?

O rotavírus é uma doença diarréica aguda, causa por um vírus. Além disso, é uma das mais importantes causas da diarreia grave em crianças menores de cinco anos no mundo, principalmente em países em desenvolvimento, como o Brasil.

Quais são os sintomas?

Os sintomas principais de uma infecção pelo norovírus é a diarreia intensa. A mesma aparece seguida de vômitos e, muitas vezes, por febre. Contudo, é preciso bastante cuidado. Afinal, os sintomas já são graves e podem evoluir e causar uma desidratação.

Os principais sintomas da infecção pelo norovírus:

Portanto, os sintomas surgem normalmente 24 a 48 horas depois da infecção. Em alguns casos, a pessoa pode não apresentar nenhum sintoma. No entanto, ainda pode contagiar os outros.

Além disso, os mesmos podem durar cerca de um a três dias. Contudo, vale destacar que é possível transmitir o vírus para outras pessoas até dois dias depois do desaparecimento dos sintomas.

De acordo com estudos da Boston Public Health Comission, uma pessoa infectada pode não consumir líquidos suficientes para conseguir repor as perdas da diarreia e dos vômitos. Com isso, poderia ficar desidratada. Além disso, a probabilidade é maior em crianças mais novas, idosos e/ou em pessoas com outros problemas de saúde.

Como acontece a transmissão?

A principal forma de transmissão do norovírus é a forma fecal-oral. Ou seja, a pessoa pode ser infectada ao consumir alimentos ou água contaminas pelo vírus. Além disso, pode haver a transmissão através do contato de superfícies contaminadas ou com o contato direto com a pessoa infectada.

Uma das formas mais raras, porém que pode acontecer, é por meio da liberação dos aerossóis do vômito. Dessa maneira, é importante manter um certo distanciamento nestes casos.

Além disso, pode ocorrer surtos dessa doença em ambientes fechados. Dessa forma, navios, escolas e hospitais podem ser os locais mais propensos a se contagiar. Afinal, não há outros meios de propagação do vírus sem ser o organismo humano.

Portanto, é muito importante os cuidados básicos de higiene. Sendo assim, se faz extremamente essencial lavar bem as mãos e evitar ficar no mesmo ambiente, ainda mais se fechado, que a mesma pessoa infectada.

  • Ingerir alimentos ou líquidos contaminados por alguém infectado;
  • Ingerir frutos do mar sem cozimento que tenham sido pescados em águas contaminadas;
  • Tocar em superfícies ou objetos contaminados e depois tocar na boca ou se alimentar sem antes lavar as mãos.

Como é feito o tratamento nesses casos?

Não existem tratamentos específicos para estes casos. Contudo, a gastroenterite geralmente é tratada com muito repouso e com a ingestão de bastante líquidos. Assim, isso se dá pois o vírus tem uma alta capacidade de mutação. Ou seja, existem vários tipos de norovírus, o que faz com que seja difícil o seu controle.

Em casos de dores, pode-se usar medicamentos para aliviar as mesmas, como, por exemplo, o Paracetamol. Contudo, é importante consultar com um médico, a fim de realizar todos os exames para checar se realmente é uma gastroenterite.

Como existem diferentes formas de norovírus devido a diversas mutação, ainda não possui uma vacina para esse vírus. No entanto, pesquisadores estudam a possibilidade de desenvolver alguma vacina periódica, assim como com a gripe.

Como evitar a infecção?

A melhor maneira de evitar a infecção por norovírus é lavar as mãos antes e depois de ir ao banheiro. Além disso, é preciso cuidado para manipular os alimentos, como frutas e verdade, assim como desinfectar objetos e superfícies que podem estar infectadas.

Também evite compartilhar toalhas e não consuma alimentos crus e não lavados. Contudo, em caso de contato com pessoas infectadas, evite colocar as mãos na boca, nariz ou olhos. Afinal, estas são as portas de entrada para o vírus.

Foto destaque: Reprodução / Época

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.