Unnamed

A disfunção erétil afeta inúmeros homens. Estima-se que mais de 100 milhões sofram com isso. Assim, se trata da incapacidade do homem conseguir ter e manter a ereção do pênis. Dessa forma, impossibilita uma atividade sexual satisfatória. A mesma pode ser um sinal de doença crônica ou até problemas psicológicos. Isso afeta a vida de muitos casais.

Causas

As causas são inúmeras. Entre os principais estão:

  • Problemas circulatórios: a ereção depende totalmente da ide do fluxo de sangue para o pênis. Assim, alterações que dificultam a circulação adequada para a região podem acabar causando a disfunção erétil. Entre os exemplos, estão a hipertensão e a diabetes.
  • Distúrbios hormonais: os mesmos também podem ser a causa de alteração da libido (ou seja, o desejo de ter relação sexual). Dessa maneira, entre as causas está a falta de testosterona, o que influencia a ereção.
  • Induzida por drogas: são inúmeros os medicamentos que podem causar problemas na ereção. Dessa forma, anti-hipertensivos, remédios para depressão e antipsicóticos acabam sendo os responsáveis. Além disso, uso de drogas como o álcool, cocaína, entre outros, causam a disfunção erétil.
  • Psicológicas: quem também pode causar problemas na ereção são os problemas psicológicos. Assim, problemas com ansiedade, depressão e estresse afetam e geram transtornos. Um dos mais afetados são a população adulta-jovem, que sofre com a falta da libido.

Sintomas

A disfunção erétil pode se apresentar através maneiras diferentes. Assim, não se manifesta apenas pelo fato de um homem não conseguir manter o pênis ereto. Dessa maneira, pode aparecer através de problemas na ejaculação ou no orgasmo. Além disso, ocorre em pessoas por meio da demora de manter uma ereção por tempo ou com rigidez suficiente. Por fim, pode acontecer a ejaculação precoce.

Como tratar a disfunção erétil?

O tratamento da disfunção erétil depende da causa. Assim, o principal é o estilo de vida. Logo, o homem não deve fumar ou ingerir bebidas alcoólicas. Além disso, deve praticar atividade física e manter uma boa alimentação. A quem apresenta problema psicológico, uma terapia (associada ou não a medicação) é o mais recomendado.

Dessa maneira, também existem diversos medicamentos que facilitam o fluxo sanguíneo para o pênis, o que induz a ereção. Estes podem ser de uso diário ou antes das relações sexuais. Os mesmos devem ser utilizados somente sob supervisão médica. Além disso, fazem efeito a partir de estimulação sexual.

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *