Saúde do homem: conheça os cuidados essenciais - Blog Unicpharma
Saúde Do Homem

Saúde do homem: conheça os cuidados essenciais

A maioria dos homens só procura o médico quando as doenças chegaram em estágio avançado

Quando se fala em visitar um médico regularmente para a prevenção de doenças, o time masculino é o primeiro a fugir do assunto. E isso não é apenas uma impressão.

De acordo com o Ministério da Saúde, 70% das pessoas do sexo masculino que procuram um consultório médico tiveram a influência da mulher ou de filhos. Desse total, metade só fez isso quando as doenças chegaram em estágio avançado. É algo com que se preocupar com relação à saúde do homem.

Atualizar exames é importante para todos

Os especialistas do Ministério da Saúde explicam que a adoção de hábitos saudáveis, a prática de atividade física regular, a alimentação balanceada (com mais produtos in natura e menos alimentos gordurosos e ultraprocessados) e o uso moderado de bebidas alcoólicas são cruciais para diminuir a incidência de doenças evitáveis.

Além disso, eles reforçam que a identificação precoce de qualquer problema aumenta as chances de um tratamento eficaz. Por isso, alguns exames devem fazer parte da rotina de cuidados com a saúde do homem. Confira a lista do que deve ser atualizado regularmente:

  •       Pressão arterial;
  •       Hemograma completo;
  •       Testes de urina;
  •       Teste de fezes;
  •       Teste de glicemia;
  •       Teste de taxas de colesterol;
  •       Teste de doenças sexualmente transmissíveis;
  •       Atualização da carteira vacinal;
  •       Verificação do perímetro abdominal;
  •       Teste de Índice de Massa Corporal (IMC).

Esses exames são importantes para evitar doenças crônicas como o diabetes, a hipertensão e a obesidade, que acarreta outros tantos problemas de saúde.

A próstata merece atenção especial

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), de acordo com o Ministério da Saúde. Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo.

Os especialistas explicam que a realização periódica do toque retal e dosagem de PSA em homens assintomáticos, a partir dos 60 anos, teve como resultado uma redução mínima da mortalidade por câncer de próstata. Outros cuidados, como autoexame de testículos e pênis, também são importantes.

Lembrando que homens com história familiar de câncer de próstata (pai ou irmão) devem ter cuidado redobrado, tendo particular atenção à realização dos exames de prevenção um pouco mais cedo: a partir dos 50 anos de idade.

De olho nos sintomas

Conheça alguns sintomas que de alguma forma não está indo bem com a saúde do homem, especialmente com o que se refere ao sistema reprodutor e a próstata, de acordo com o Ministério da Saúde:

  •     Dificuldade para urinar;
  •     Necessidade de urinar mais vezes (principalmente à noite);
  •     Urgência para urinar;
  •     Dificuldade para iniciar ou parar o fluxo urinário;
  •     Jato urinário fraco, reduzido ou interrompido;
  •     Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

Se você se identifica com esses sintomas, procure um urologista para avaliação.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *