Alimentação funcional é fundamental para a saúde da mulher - Blog Unicpharma
4593bae47d3876c20cad721b9bdc997e

Alimentação funcional é fundamental para a saúde da mulher

A Tensão Pré-Menstrual é uma síndrome que atinge grande parte da população feminina em fase reprodutiva. Os seus sintomas são variados e podem se manifestar de forma emocional, comportamental, cognitiva ou até mesmo física.

A nutrição funcional, por ser um tratamento individualizado, ou seja, de acordo com cada organismo, pode ajudar muito as mulheres que sofrem todos os meses com esse transtorno. Afinal, por meio da reeducação alimentar, os sintomas podem diminuir e até mesmo cessar.

Se o humor oscila muito na fase pré-menstrual, doses a mais de carboidratos na alimentação da mulher podem contribuir para o bom-humor voltar.

Pequenas refeições em curto espaço de tempo, ricas em carboidratos integrais melhoram sintomas como a tensão e a depressão.

Algumas vitaminas como a B6 e a E, e sais minerais como o magnésio, contribuem para o alívio do mal estar. As vitaminas contribuem para a diminuição da ansiedade (tensão nervosa, variação de humor e irritabilidade). A vitamina E especificamente alivia os sintomas da sensibilidade mamária e pode ser encontrada em alimentos como óleos vegetais, ovos, legumes e milho. Já a B6 existe em grande quantidade em nozes, banana, brócolis e couve-flor. O magnésio diminui retenção de líquidos e a vontade de comer doces.

A soja, um dos alimentos funcionais mais completos que existe, contribui muito para os sintomas físicos da TPM, pois possui cálcio, que é recomendado para o tratamento contra TPM e isoflavonas que age no organismo diminuindo significantemente quadros como a enxaqueca, cólicas e inchaço.

Cuidando da candidíase pelo intestino

Este é outro problema que atormenta muito as mulheres e aparece quando menos se espera. Apesar de ser uma desordem sem razão certa, uma coisa pode-se afirmar: o desequilíbrio intestinal pode contribuir para a infecção de organismos fúngicos que causam a doença.
Por isso, no tratamento e prevenção da candidíase, o mais eficaz é melhorar a digestão, absorção e transporte dos nutrientes até o destino final (célula) do paciente, assim como intensificar o sistema imunológico, fazendo com que a Cândida albicans (agente que causa a candidíase) não tenha um ambiente favorável ao seu desenvolvimento. Na maioria dos tratamentos ginecológicos o intestino não é tratado adequadamente, fazendo com que somente sintomas momentâneos da infecção desapareçam, mas a causa em si, que deve ser tratada com alimentação, na maioria dos casos não é abordada.

Uma dieta individualizada, feita a partir de um histórico alimentar e uma avaliação de sinais e sintomas da paciente podem ajudar na sua cura.

Alimentos que contém fermento e fungos, açúcar, leite e seus derivados, bebidas alcoólicas, pães, amendoins e frutas secas devem ser excluídos da dieta. Já vegetais, grãos, arroz e trigos podem e devem ser inclusos ou mantidos.

Você procura se alimentar de acordo com as vitaminas e benefícios dos alimentos?

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *