134053 X Dicas De Prevencao Contra A Hipertensao Arterial

Hipertensão arterial: 5 dicas de prevenção contra a pressão alta

A pressão alta, ou hipertensão, é uma doença que acomete uma a cada cinco pessoas no mundo. No Brasil, o controle da hipertensão é feito por pelo menos 25% da população.
A doença é diagnosticada quando o paciente possui níveis de pressão sanguínea maiores do que 140 por 90 milímetros de mercúrio (mmHg) — ou 14 por 9 — em duas aferições.
A doença é de causa multifatorial, ou seja, possui diversas causas que agem conjuntamente. Uma alimentação com muito sal, a obesidade, o tabagismo, fatores não modificáveis como a idade e a carga genética, são um dos principais fatores de risco para o surgimento da hipertensão.
Assim, apesar de a doença possuir um componente genético, é possível prevenir o seu aparecimento com mudanças de hábitos. Quer saber mais? Veja como evitar a hipertensão arterial com as 5 dicas deste post. Boa leitura!

Confira nossas 5 dicas para prevenir hipertensão arterial

1. Faça exercícios regularmente

Como já foi falado, um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da pressão alta é a obesidade. Afinal, quando o peso aumenta, o coração precisa se esforçar mais para irrigar todo o corpo. Esse esforço pode ser exagerado e, assim, causar lesões nas paredes das artérias, um dos mecanismos que agem na patogenia da doença.
Dessa forma, é importante realizar atividades físicas regularmente. É aconselhável mesclar atividades aeróbicas, como correr e andar de bicicleta, com exercícios de resistência, como a musculação.
Para a prevenção da hipertensão, os exercícios devem ser feitos, no mínimo, três vezes por semana e com intensidade moderada.

2. Tenha uma alimentação balanceada

Na hipertensão, comidas com alto teor de sal são grandes vilãs. Isso porque o sal, ao entrar na corrente sanguínea, carrega com ele moléculas de água, o que aumenta o volume de sangue e pode causar aumento da pressão.
A alimentação adequada para combater a pressão alta é uma dieta rica em fibras, pobre em gorduras, com carboidratos integrais, uso de azeite, carnes magras, frutas e vegetais variados. Além disso, é preciso diminuir o uso de bebidas alcoólicas.

3. Largue o hábito de fumar

O cigarro é um fator de risco para diversas doenças e está intimamente ligado ao processo de aumento da pressão sanguínea. Rico em substâncias que irritam a parede das artérias, o tabagismo causa o endurecimento dessas estruturas, o que aumenta a resistência à passagem do sangue e faz a pressão subir.

4. Verifique a pressão arterial

Para pessoas saudáveis — e que não apresentam os fatores de risco citados acima —, medir a pressão arterial uma vez por ano é o suficiente. No entanto, quem está propenso a desenvolver a doença deve ficar atento e aferi-la com um menor intervalo.
Isso porque a hipertensão é uma doença silenciosa, ou seja, não causa sintomas ou alarde. O único modo de diagnosticá-la é aferindo a pressão arterial.

5. Relaxe

O estresse presente na rotina é um fator que, somado aos outros, pode ajudar a hipertensão a se instalar. Afinal, pessoas estressadas estão constantemente nervosas e aceleradas, o que pode fazer com que o coração trabalhe além do normal.
Sendo assim, faça atividades que dão prazer, fique na companhia da família, descanse e aproveite os momentos de folga.

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *