Gorduras: Cuidado! O Excesso Aumenta A Inflamação

A moderação é fundamental quando se trata de nutrição. O mesmo se aplica às gorduras poli-insaturadas – uma vez que consumir muito pode representar riscos para a saúde.

Gorduras causam aumento da inflamação

Os ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 e ômega-6 desempenham papéis importantes na inflamação. Em geral, os ômega-3 são anti-inflamatórios, enquanto os ômega-6 são pró-inflamatórios.

Embora a inflamação possa ajudá-lo a combater infecções e curar ferimentos. A inflamação crônica está na raiz de várias doenças, como obesidade, diabetes e doenças cardíacas.

Acredita-se que o consumo de muitos ômega-6 em relação aos ômega-3 promova a inflamação e contribua para problemas de saúde.

Como resultado do excesso de óleos vegetais ricos em ômega-6 na dieta ocidental, os especialistas da Pubmed concordam que as pessoas obtêm muitos ácidos graxos ômega-6 e não ômega-3 suficientes.

A alta proporção de ômega-6 para ômega-3 da dieta ocidental é uma das razões pelas quais ela está associada a muitas condições inflamatórias – especialmente doenças cardíacas.

Calorias concentradas

Todas, incluindo as poli-insaturadas, contêm 9 calorias por grama – mais do que o dobro das calorias encontradas em carboidratos ou proteínas.

Portanto, as calorias das gorduras poli-insaturadas podem aumentar rapidamente. Se você não tiver cuidado, pode exceder suas necessidades calóricas.

Assim, se você pretende consumir mais alimentos ricos em poli-insaturados, é recomendável remover outras calorias em outros lugares – em vez de simplesmente adicionar gorduras poli-insaturadas à sua dieta.

Por exemplo, se você quiser substituir algumas de suas gorduras saturadas por gorduras poli-insaturadas, pode cozinhar e assar com óleos líquidos em vez de manteiga, banha ou gordura vegetal, que são ricos em gorduras saturadas.

Foto Destaque: Divulgação/Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *