skip to Main Content
Ioimbina

A Ioimbina é um suplemento dietético popular, extraído da casca de uma árvore africana. Geralmente, acaba sendo utilizada para tratar a disfunção erétil. No entanto, também ganhou fama ao ser usada para a ajuda na perda de peso (ou de gordura). Atualmente, existem diversos estudos sobre a mesma, inclusive detalhando os seus efeitos colaterais e riscos.

Saiba tudo sobre esse suplemento com o Blog da UnicPharma.

O que é a Ioimbina?

A Ioimbina é um suplemento de ervas, derivada de uma árvore perene, chamada Pausinystalia johimbe. Já conhecida pelo seu uso na medicina tradicional da África Ocidental, ajudava a melhorar o desempenho sexual. No entanto, recentemente, ganhou fama ao começar a ser vendida como um suplemento dietético, tendo uma ampla variedade de usos comuns. Dessa maneira, ia desde o tratamento de condições médicas, como a própria disfunção erétil, até a ajuda na perda de peso.

Como funciona?

O suplemento tem sido encontrado na forma de cápsulas, tendo a casca da árvore africana como o principal ingrediente ativo. Assim, de acordo com estudos, a Ioimbina funciona ao bloquear os receptores no corpo, chamados receptores alfa-2 adrenérgicos. Estes desempenham um papel importante na inibição de ereções. Dessa forma, muito se acredita que funciona por bloquear os receptores responsáveis por dificultar as ereções.

Além disso, a Ioimbina também pode promover a liberação de óxido nítrico. Dessa maneira, isso pode fazer com que haja uma dilatação dos vasos sanguíneos. Ou seja, leva a um aumento do fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais.

Os benefícios da Ioimbina

Ioimbina e disfunção erétil

Conhecida por sua ação contra a disfunção erétil, a Ioimbina ajuda a aliviar o problema. Segundo sete estudos controlados, a afirmação sobre a ação do suplemento é verdadeira. Dessa forma, a Ioimbina foi claramente mais eficaz que um placebo durante o tratamento para a disfunção erétil.

De acordo com um dos estudos, 82 pessoas do sexo masculino e que possuíam sintomas da disfunção erétil tiveram uma melhora significativa. Sendo assim, depois de um mês de tratamento, 34% dos pacientes que tomaram ioimbina experimentaram pelo menos uma melhora parcial dos sintomas. Enquanto isso, 20% dos pacientes relataram ereções completas. Por fim, apenas 7% dos que tomaram um placebo relataram alguma melhora.

No entanto, as pesquisas ainda são muito recentes. De acordo com organizações, como a American Urology Association, não se é recomendado o uso da Ioimbina para o tratamento da disfunção erétil. Isso acontece por conta de poucas evidências sobre o seu uso, além dos efeitos colaterais.

Ioimbina e perda de peso

Também vendido para ajudar a perda de peso, a Ioimbina consegue bloquear os receptores alfa-2 adrenérgicos localizados nas células de gordura. Dessa maneira, poderia, em teoria, ser muito eficaz nesse quesito. Além disso, promove um maior gasto energético, favorecendo a redução de peso, resistência física, além da queima de gordura localizada.

Dess

a forma, esse suplemento consegue potencializar as dietas emagrecedoras, sendo muito utilizada para eliminar a gordura localizada. Assim, a sua ação emagrecedora se deve ao fato de aumentar a excitabilidade das células e, consequentemente, o gasto energético.

De acordo com estudos, onde se analisaram os efeitos da Ioimbina em 20 mulheres obesas, foi realizado uma dieta de 1000 calorias por três semanas. Sendo assim, as que tomaram o suplemento perderam mais peso (-3,6kg) do que as que tomaram o placebo (-2,2kg). No entanto, os resultados ainda não são totalmente certeiros, pois são estudos recentes. De acordo com pesquisas adicionais, a Ioimbina não teve quaisquer efeitos significativos na perda de peso ou de gordura. Dessa maneira, a tendência é de que se explore mais o suplemento para esta função.

Dessa forma, o consumo de ioimbina faz com que a célula aumente o consumo de energia, promovendo um maior gasto energético, favorecendo a redução de peso e a queima de gorduras localizadas. Esta substância se tornou conhecida no Brasil por fazer parte da composição de suplementos alimentares, principalmente em suplementos termogênicos importados.

Quais são os principais perigos ao ingerir o suplemento?

Assim como qualquer outro suplemento, existem riscos ao se consumir a Ioimbina. Portanto, é muito necessário a consulta com um médico de confiança para analisar quais são as melhores opções. As principais preocupações sobre a Ioimbina são seus recentes estudos, além da rotulagem incorreta do produto. Ainda se pesquisa muito sobre quais seriam os seus efeitos colaterais graves. Dessa maneira, em muitos países se é proibido o consumo do suplemento, como Canadá, Reino Unido e Austrália.

Existem efeitos adversos da Ioimbina?

Assim como qualquer outro suplemento, tomar a Ioimbina também pode trazer o risco de vários efeitos colaterais. Segundo um estudo do Sistema de Controle de Venenos da Califórnia, que analisou os efeitos e reações adversas do suplemento, os mais comuns seriam desconforto gastrointestinal, aumento da frequência cardíaca, ansiedade e hipertensão. Além disso, algumas pessoas também experimentaram situações de maior risco, como ataque cardíaco, convulsão e até lesão renal aguda.

Dessa forma, vale ressaltar, ainda de acordo com as pesquisas, que muitos desses casos aconteceu por conta dos produtos terem outros ingredientes além da Ioimbina.

Você deve tomar Ioimbina?

Existem várias pessoas que não devem tomar ioimbina. Dessa forma, são essas:

  • Pessoas com histórico de doença cardíaca
  • Pessoas que apresentem pressão alta ou baixa
  • Gestantes
  • Pessoas com doença renal e/ou com doença hepática
  • Crianças menores de 18 anos
  • Pessoas que possuam problemas de saúde mental não devem tomar ioimbina.
Dra. Angela A. Benicio de Lima

Farmacêutica, Bioquímica e Nutricionista

  • Graduanda em farmácia estética
  • Pós graduação em farmácia clínica e atenção Farmacêutica
  • Pós graduação em fitoterapia clínica
  • Formada em nutrição
  • Atua como farmacêutica há mais de 10 anos no mercado
    magistral, Com Inscrição no Conselho Regional de Farmácia N.46216

This Post Has One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.