Menos sal é igual a mais sabor e saúde - Blog Unicpharma
Shutterstock 521446927

Menos sal é igual a mais sabor e saúde

Rico em sódio, esse alimento causa hipertensão e retém líquidos no corpo

Você já parou para pensar no quanto consome de sal por dia? Se ainda não, é melhor começar a verificar o quanto coloca desse ingrediente na suas refeições. Isso porque o sal é rico em sódio e, apesar de ser uma substância essencial para manter o equilíbrio de líquidos no corpo e ajudar na transmissão de impulsos nervosos e no relaxamento muscular, faz mal se você consumi-lo em excesso.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é não exceder seis gramas (pouco mais de uma colher de chá) ao dia e nessa quantidade já devem estar inclusos o sal dos alimentos industrializados, ou seja, é bem pouquinho mesmo. Os perigos de salgar demais a comida você entende a seguir.

Hipertensão

A relação entre o consumo excessivo de sódio e o aumento da pressão arterial é velha conhecida da ciência. Mas um novo estudo da Universidade Estadual de Campinas estabeleceu uma ligação ainda mais forte. A questão é que quanto maior o consumo de sal, mais alterados ficam as funções da artéria carótida, como a elasticidade e a rigidez. Isso prova que o excesso de sódio pode sozinho aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

A explicação é simples: o sal retém água no corpo, fator que desequilibra a concentração de plasma sanguíneo. E, como acaba existindo maior volume de líquido no sangue, o coração bate mais acelerado: o motivo da hipertensão.

Pesquisas internacionais também reforçam essa ligação. Em um trabalho da Universidade Harvard, 2.400 pessoas reduziram o consumo de sal de cerca de dez para seis gramas diários. A prevalência de doenças cardíacas caiu e veio a conclusão de que diminuir a quantidade do tempero garante uma proteção 25% maior ao coração.

Peso extra

“Compre sal marinho ou sal light em vez do sal tradicional. O primeiro tem outros nutrientes que fazem bem ao organismo e o segundo, por levar cloreto de potássio, tem teor de sódio menor.”

Apenas um grama de sal retém cerca de 200 mililitros de água no nosso corpo. Para voltar ao normal e mandar embora o excesso dessa substância, o organismo precisa de até três dias. Sabe o que acontece nesse período? Quando você subir na balança, ela vai apontar alguns quilinhos a mais. Agora, se o abuso de sal durar mais tempo, o peso extra vai seguir você por mais dias também. Por isso, mesmo fazendo regime, você vai sentir que o corte de calorias não tem resolvido muita coisa.

A questão dos quilinhos a mais não para por aí: quem consome com frequência pratos mais salgados têm uma tendência maior a ingerir mais calorias. Seja por causa do refrigerante ou suco docinho para aplacar o sabor salgado na boca ou até mesmo porque a comida fica mais saborosa e aí se torna uma missão impossível não repetir o prato, certo?

Problemas respiratórios

Poucas pessoas sabem dessa consequência, mas as pitadas excessivas de sal e crises de asma (entre as pessoas que já têm a doença) estão intimamente ligadas. A pesquisa concluiu que o sódio em excesso favorece o broncoespasmo, uma condição na qual a musculatura dos brônquios fica contraída, o que dificulta a respiração. Quando há abuso crônico, a tendência é que os brônquios fiquem nessa situação constantemente.

Para reduzir o consumo de sal

Evite sempre que puder comer embutidos (como salsicha, mortadela e cia.), salgadinhos (do tipo industrializado) e temperos prontos (molhos e até o pozinho do macarrão instantâneo). Esses alimentos têm muito sódio, às vezes o total que você precisa ingerir no dia está em apenas um desses alimentos. Escolha um dia da semana para comer embutido, por exemplo, e depois maneire.

Quando temperar saladas dê preferência a azeite e ervas secas, por exemplo. Se possível, até retire o saleiro da mesa porque, às vezes, a comida está boa, mas pelo vício colocamos sal sem perceber.

Compre sal marinho ou sal light em vez do sal tradicional. O primeiro tem outros nutrientes que fazem bem ao organismo e o segundo, por levar cloreto de potássio, tem teor de sódio menor. Se você almoça fora com frequência, não tempere a salada com sal. Isso porque você não faz ideia do quanto de sal eles colocam na comida.

A princípio, você pode estranhar a falta de sal no dia a dia, isso porque esse tempero vicia o paladar. Mas, aos poucos, conforme o organismo desintoxicar do excesso de sódio, você vai sentir melhor o sabor dos alimentos. Sem contar o tanto que fará bem à sua saúde e da sua família. É um hábito que vale muito a pena.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *