Aprenda a usar o batom de longa duração - Blog Unicpharma
Batonslongaduracao Destaque 618×385

Aprenda a usar o batom de longa duração

Descubra como passar, retocar e remover essa maquiagem

Você sabe reconhecer as diferenças entre o batom comum e o batom de longa duração? “O batom clássico reúne, além de corante, óleos, ceras e gordura, já os batons de longa duração são compostos por muita cera, pouco óleo e alta concentração de pigmentos”, explica a dermatologista Ana Maria Pinheiro, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Esse é o motivo pelo qual a última opção acaba permanecendo horas e horas nos seus lábios e é ideal para aquela festa de arromba em que você vai estar muito mais preocupada em se divertir que em retocar a maquiagem. Mas antes de colorir os lábios com a sua cor favorita, é preciso saber qual é a forma correta de usar o batom de longa duração: há maneiras especiais para passar, retocar e, principalmente, retirar. Nós te contamos tudo a seguir. Confira.

Como aplicar o batom de longa duração

O batom de longa duração é geralmente mais seco que os batons comuns, por isso o conselho da maquiadora Ana Paula Basílio, é aplicar um hidratante ou um primer labial antes de passar o batom. Em seguida, remova o excesso do produto e espere alguns minutos, tempo suficiente para secar, e passe o batom. Além de evitar o ressecamento, esse cuidado vai reduzir o aspecto “craquelado” de lábios ressecados.

Por quanto tempo ficar com ele nos lábios

O principal objetivo do batom de longa duração é que ele fique bastante tempo na boca – e resista a todos os desafios do dia a dia e das ocasiões especiais. Mas, como qualquer outro tipo de maquiagem, você não deve dormir com ele. “Como a pele, os lábios também precisam ‘respirar'”, explica Ana Paula. Por isso, retire antes de dormir.

Precisa retocar?

“Apenas se você quiser realçar a cor e o brilho – o batom de longa duração não pede, necessariamente, retoques”, explica Ana Paula Basílio. A maquiadora conta que esses batons costumam durar, pelo menos, quatro horas.

E se borrar?

É hora de correr! Ana Paula Basílio explica que os batons de longa duração possuem pigmentos de rápida fixação, portanto, se você não corrigir o problema com velocidade é capaz que fique marcada por um tempo maior. A maquiadora explica o passo a passo dessa emergência:

1 – Passe um hidratante no local borrado;
2- Limpe a área com um cotonete;
3- Aplique um corretivo por cima;

Para retirar

Demaquilantes convencionais não vão retirar todo o batom da boca, vão apenas te deixar com uma boca totalmente borrada, digna de circo. “O produto ideal é o mais oleoso, como os demaquilantes bi ou trifásicos”, explica a maquiadora Ana Paula. Só esses são capazes de retirar com mais facilidade não apenas o de longa duração, mas qualquer batom.

Use esporadicamente

Ana Paula Basílio explica que, por ressecar os lábios, os batons de longa duração são melhores para ocasiões especiais ou dias mais corrido, em que você não vai ter tempo para retocar a maquiagem. “Não indico o uso diário por causa do ressecamento dos lábios que esse produto pode causar, no entanto, já existem aqueles que contêm componentes hidratantes em suas fórmulas – esses podem ser usados com mais frequência”, explica.

Escolhendo o batom de longa duração

O preço não é, necessariamente, um indicativo da qualidade do batom. “Existem produtos mais baratos, de farmácia, que são muito bons”, explica Ana Paula, que enfatiza que o mais importante nesses casos é atentar para estratégias de marketing desses produtos que dizem que o produto tem alta fixação, o que não significa, obrigatoriamente, que ele é de longa duração.

Chumbo: tem ou não tem?

A polêmica é grande: muito se fala que o batom, principalmente o de longa duração, contém grandes quantidades de chumbo, um metal pesado que, se absorvido em grandes quantidades, pode ser nocivo ao organismo, pois é dificilmente expelido pelo nosso organismo, podendo provocar males como distúrbios do sistema nervoso, alterações renais, cardíacas e gastrintestinais. A química Marília Peixoto, da fabricante de cosmético Payot, explica: “qualquer batom pode ter metais pesados, até porque alguns corantes e cores são fornecidos por alguns metais, mas as dosagens são limitadas e não chegam a causar problemas”. Quanto ao chumbo, a especialista específica que o acetato de chumbo está regulamentado apenas para uso em tinturas capilares (em dosagens limitadas de segurança), portanto, este elemento não existe no batom.

Marília Peixoto explica que o teste feito friccionando um anel de ouro em batom passado na mão não é capaz de detectar presença de chumbo no batom. “O traço preto que eventualmente pode ocorrer ao esfregar o anel no batom é resultado de um processo de oxidação do próprio ouro, e isso pode acontecer também com outros metais”, explica. “O chumbo não está, necessariamente, relacionado com o risco de câncer”.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *