Alivie a dor de estômago ao exagerar nas refeições - Blog Unicpharma
Dor Azia

Alivie a dor de estômago ao exagerar nas refeições

Às vezes, o sabor da comida não dá chance para a moderação: é tudo tão gostoso, que você exagera e… ui! Coitado do seu estômago para dar conta da digestão. Enquanto ela acontece, você sofre os efeitos e só falta se contorcer com a dor que toma conta da região do umbigo.

A melhor forma de evitar o desconforto é pegar leve na hora das refeições. Mas, quando o problema torna-se frequente, Oe melhor mesmo é consultar um especialista e entender o que anda causando as dores no estômago. “Alimentos ácidos, ingestão de bebidas alcoólicas, cigarro e nervosismo são inimigos do seu estômago”, afirma o clínico geral Paulo Olzon, validando o que diz a sabedoria popular.

Utilizar antiinflamatórios e acetilsalicílicos também é contra-indicado, porque estes medicamentos diminuem as defesas do estômago contra a acidez. O médico também faz ressalvas quanto ao uso de antiácidos: o alívio que eles provocam é momentâneo, depois as dores voltam iguais ou até mais intensas.

Alimentação
O melhor remédio ainda é uma alimentação balanceada e sem exageros nas quantidades. O clínico geral e homeopata Carlos Rey lembra que, no entanto, ficar sem comer também é prejudicial. “Deixar o estômago vazio por muito tempo faz com que a gordura armazenada pelo organismo seja consumida, numa reação que causa o mau hálito”, diz. Mas o papel da alimentação não termina aí. A seguir, o nutrólogo Andrea Bottoni, do Hospital e Maternidade São Luiz, e o clínico Paulo Olzon comentam algumas das receitas caseiras mais populares quando o assunto é dor de estômago.

Leite gelado. Pode aliviar a dor, mas só por uns instantes. “O leite possui algumas proteínas que neutralizam os ácidos do estômago”, explica Paulo Olzon. Por ser gelado, proporciona um alívio quase que imediato. No entanto, o leite cria apenas uma máscara em volta das paredes do estômago. Conforme a digestão é realizada, a dor volta.

Água gelada. Devido à sua temperatura, da mesma forma que o leite, proporciona uma sensação de alívio. Contudo, vale ressaltar que “o gelado, em grande quantidade, pode provocar um mal-estar se ingerido rapidamente”, avisa Andrea Bottoni. “Pelo clima estar muito quente, os vasos sanguíneos estão dilatados. Quando o organismo faz a digestão das bebidas geladas, há a diminuição dos vasos e isso pode retardar a digestão”, afirma o nutrólogo.

Pêra. Não especificamente a pêra, mas frutas em geral podem melhorar as dores de estômago. Paulo Olzon explica que, evitando as mais ácidas (laranja, limão e abacaxi) é possível amenizar as dores, momentaneamente. Isso porque a digestão destes alimentos é mais simples e não exige a produção de tanto ácido pelo estômago para ser realizada.

Suco de Couve. É utilizado desde a década de 1940 por médicos americanos e suíços de forma benéfica contra a úlcera de estômago. Os médicos reconhecem os efeitos da planta contra a acidez em parte, isso deve-se às fibras presentes nas folhas, que protegem a mucosa gástrica contra o excesso de ácido clorídrico. Para aumentar os efeitos do suco, tente tomar sem coar. E não use leite no preparo: o cálcio presente na bebida é um indutor da acidez estomacal.

 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *