Shutterstock 566085979

Dor para engolir é sinal de doença grave?

Quando associada a outros sintomas, ela pode ser um sinal de alerta
Quando o nosso corpo começa a demonstrar sintomas de mal estar e nossa garganta dá os primeiros sinais de irritação, um dos nossos primeiros instintos é aderir uma alimentação a base de sopas e chás por causa da dor para engolir os alimentos sólidos.
Essa dor é muito comum quando apresentamos um quadro de gripe, resfriado ou alguma infecção na garganta, em que as amídalas muitas vezes ficam inchadas e avermelhadas, e causam a sensação de que a região está arranhando.
Até mesmo quando não estamos doentes e ingerimos alimentos duros ou irregulares, sem mastigar direito, há uma chance de machucar a garganta e resultar em dor para engolir. Porém, em alguns casos, esse pode ser sim um sintoma de doenças mais preocupantes.

Quando devo estranhar a dor para engolir?

É preciso ficar alerta, principalmente, aos outros sintomas que acompanham a dor para engolir, chamada clinicamente de odinofagia, pois esse conjunto de sinais é o que pode indicar doenças mais graves.
Quando a dor aparece combinada à falta de ar, tosse seca, rouquidão e pigarro constantes, pode indicar lesões nas cordas vocais causadas por excesso do uso da voz, falta de cuidado com a região ou até proveniente do refluxo de ácidos do estômago.
Existem ainda quadros em que a dificuldade para engolir está diretamente ligada à fase de mastigação e transporte de alimentos, secreções, líquidos e a própria saliva da boca da faringe para o esôfago.
Nesses casos, as causas podem ser doenças neurológicas, como Parkinson, derrame, tumores cerebrais e esclerose lateral amiotrófica, ou alterações das estruturas da região faringe-esôfago, causadas frequentemente por má formação congênita ou pelo câncer de cabeça e de pescoço.

 

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *