skip to Main Content
doença de crohn

A doença de Crohn pode ser muito desconfortável e trazer inúmeros problemas e irritações para a saúde. Apesar de não haver cura, é possível controlar a alimentação e melhorar a condição de vida de quem possui essa inflamação.

Dessa maneira, o Blog da UnicPharma separou tudo o que você precisa saber sobre essa doença! Acompanhe!

O que é a doença de Crohn?

A doença de Crohn é uma doença do sistema digestivo que provoca uma inflamação crônica do revestimento dos intestinos e pode ser causada por fatores genéticos ou por mal funcionamento do sistema imunológico, por exemplo. Esta doença pode causar sintomas como irritação intestinal, sangramentos, sensibilidade a alguns alimentos, diarreia ou dores intestinais, que podem demorar meses a anos para aparecer. Por esse motivo, normalmente é uma doença de difícil diagnóstico.

A doença de Crohn não tem cura. No entanto, o tratamento permite aliviar os sintomas e promover a qualidade de vida. Assim, deve ser feito de acordo com a orientação de um nutricionista e/ou um gastroenterologista.

Esta doença pode manifestar-se em qualquer fase da vida. No entanto, é mais comum surgir após períodos de grande estresse ou preocupação. A doença de Crohn pode afetar tanto homens como mulheres. Além disso, o seu surgimento pode também estar relacionado com o uso de medicamentos como anticoncepcionais orais, antibióticos ou anti-inflamatórios como ibuprofeno ou diclofenaco, por exemplo.

Sintomas

Os sintomas que normalmente caracterizam a doença de Crohn são:

  • Diarreia frequente;
  • Dor abdominal;
  • Presença de sangue nas fezes;
  • Cansaço excessivo;
  • Perda de apetite e peso.

Além disso, algumas pessoas também podem apresentar outros sintomas que não parecem diretamente relacionados com a inflamação do intestino, como surgimento de aftas frequentes, articulações doloridas, suores noturnos ou alterações na pele, por exemplo.

Diagnóstico

Não existe um teste ou exame que permita confirmar o diagnóstico da doença de Crohn, por isso, é normal que a avaliação comece por ser feita pelo gastroenterologista de acordo com os sintomas apresentados. Além disso, podem ser indicados alguns exames como colonoscopia, endoscopia ou exame de fezes. Estes servem para descartar outras hipóteses de diagnóstico, como uma infecção intestinal, por exemplo, que pode apresentar sintomas semelhantes.

Tratamento

O tratamento da doença de Crohn deve sempre ser feito de acordo com a orientação do gastroenterologista e do nutricionista e tem como objetivo reduzir a inflamação do intestino que provoca os sintomas, melhorar a qualidade de vida ou diminuir o risco de complicações.

Além disso, deve-se fazer uma dieta balanceada com uma alimentação saudável e equilibrada. Dessa forma, os principais tratamentos para a doença de Crohn são:

  • Uso de medicamentos, indicados para aliviar os sintomas ou evitar as crises;
  • Alimentação adequada;
  • Cirurgia, onde o médico remove porções danificadas do intestino e reconecta as partes saudáveis.

Alimentação adequada

Assim, o objetivo da alimentação na doença de Crohn é evitar a irritação do intestino e a desnutrição, favorecer, dentro do possível, a absorção de nutrientes, aliviar os sintomas, evitar novas crises e melhorar a qualidade de vida da pessoa através de uma alimentação natural.

O que comer?

  • Arroz, purês, macarrão e batata;
  • Carnes magras, como carne de frango;
  • Ovo cozido;
  • Peixes como sardinha, atum ou salmão;
  • Legumes cozidos, como cenoura, aspargo e abóbora;
  • Frutas cozidas e sem casca, como banana e maçã;
  • Produtos lácteos, desde que a pessoa não seja intolerante à lactose;
  • Abacate e azeite de oliva.

O que não comer?

  • Café, chá preto, refrigerantes com cafeína;
  • Sementes;
  • Verduras cruas e frutas com casca;
  • Mamão, laranja e ameixa;
  • Mel, açúcar, sorbitol ou manitol;
  • Frutos secos, como amendoim, nozes e amêndoas;
  • Aveia;
  • Chocolate;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Carne de porco e outras carnes gordurosas;
  • Biscoitos amanteigados, doces com massa folhada, chocolate;
  • Frituras, maionese, refeições congeladas industrializadas, manteigas e creme de leite.

Estes alimentos são apenas alguns exemplos que, na maioria das pessoas com doença de Crohn, podem piorar os sintomas da doença, no entanto os alimentos podem variar de uma pessoa para outra.

Possíveis complicações

A doença de Crohn pode causar algumas complicações no intestino ou em outras partes do corpo como pele ou ossos, por exemplo. Outras possíveis complicações dessa doença incluem:

  • Estreitamento do intestino que pode levar à obstrução e necessidade de cirurgia;
  • Ruptura do intestino;
  • Formação de úlceras no intestino, na boca, no ânus ou na região genital;
  • Formação de fístulas no intestino que são uma conexão anormal entre diferentes partes do corpo, por exemplo entre o intestino e a pele ou entre o intestino e outro órgão;
  • Fissura anal que é uma pequena rachadura no ânus;
  • Desnutrição que pode levar à anemia ou osteoporose;
  • Inflamação nas mãos e pernas com aparecimento de caroços sob a pele;
  • Aumento da formação de coágulos sanguíneos que podem causar obstrução de veias e artérias.

Além disso, a doença de Crohn aumenta o risco de desenvolver câncer de intestino, sendo indicado fazer acompanhamento médico regular e exame de colonoscopia, conforme a indicação médica.

This Post Has 0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.