Bebês Podem Tomar Suplementos?

Alguns bebês precisam de suplementação adicional de certas vitaminas. Por exemplo, se muito prematuros – nascidos com menos de 1,3 quilos – provavelmente precisarão de vitaminas e minerais extras adicionados diretamente ao leite materno ou fórmula. Além disso, os que são exclusivamente ou parcialmente amamentados devem receber vitamina D desde o nascimento e um suplemento de ferro a partir dos 4-6 meses de idade.

Os suplementos mais comuns recomendados para bebês incluem:

Vitamina K

A Academia Americana de Pediatria recomenda que todos os bebês recebam uma injeção única de vitamina K. Isso logo após o nascimento para reduzir o risco de doença hemorrágica. A vitamina K é necessária para que nosso corpo ative certas moléculas que ajudam a coagular o sangue.

Vitamina D

A vitamina D permite que o corpo absorva e retenha cálcio e fósforo, ambos essenciais para a construção de ossos fortes. A deficiência de vitamina D pode levar ao raquitismo, uma doença que amolece os ossos que ainda afeta as crianças, geralmente nos primeiros dois anos de vida.

Como o leite materno não fornece vitamina D adequada, todos os bebês amamentados devem receber um suplemento. Bebês alimentados com fórmula geralmente não precisam de suplementação adicional de vitamina D. Porque a fórmula já contém vitamina D adicionada. Se seu bebê está bebendo pelo menos 80 gramas de fórmula por dia, ele está recebendo quantidades adequadas.

Vitamina b12

A vitamina B12 mantém os nervos do corpo e as células sanguíneas saudáveis ​​e ajuda a produzir o DNA, o material genético de todas as células. 

A deficiência de vitamina B12 pode causar um tipo de anemia chamada anemia megaloblástica, que deixa as pessoas cansadas e fracas.

A vitamina B12 não está presente em alimentos vegetais. Portanto, mães que amamentam e seguem uma dieta vegana estrita. Ou seja, não comem alimentos de origem animal, precisarão complementar sua dieta com vitamina B12. Isso para garantir que tanto elas quanto seus bebês sejam recebendo níveis adequados.

Os sinais e sintomas de deficiência de vitamina B12 em bebês incluem vômitos, letargia, anemia, deficiência de crescimento, hipotonia (baixo tônus ​​muscular) e retardo / regressão no desenvolvimento. Ademais, bebês amamentados podem desenvolver deficiência de vitamina B12 por volta dos 2 a 6 meses de idade. Mas os sintomas podem não se tornar aparentes até os 6 a 12 meses. E bebês amamentados podem desenvolver sinais clínicos de deficiência de vitamina B12 antes de suas mães. 

Ferro ajuda os bebês? 

O leite materno tem baixo teor de ferro. Mas a maioria dos bebês nasce com reservas suficientes de ferro para protegê-los da anemia, pelo menos até os 4-6 meses de idade. Se você teve diabetes gestacional mal controlado, ou se seu bebê era prematuro ou tinha menos de 2 kg ao nascer, seu bebê pode não ter ingerido ferro suficiente durante a gravidez.

A AAP recomenda que bebês exclusivamente e parcialmente amamentados recebam 1 mg / kg / dia de um suplemento de ferro líquido começando aos 4-6 meses e continuando até que os alimentos sólidos contendo ferro sejam introduzidos por volta dos seis meses de idade. Fale com o médico do seu bebê sobre a suplementação de ferro.

Quando você começar a apresentar ao seu bebê alimentos sólidos, escolha alimentos que contenham ferro, como cereais fortificados, carnes, peixes, feijões e vegetais (e consulte requisitos nutricionais para crianças de 6 a 12 meses para mais informações sobre como embalar um ponche de ferro).

Onde posso encontrar suplementação para bebês ou infantil?

Como resultado, você pode encontrar suplementos infantis no site da UnicPharma, acessando em www.unicpharma.com.br, confira.

Foto Destaques: Divulgação/Ritter75

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *