Menopausa

Dieta na menopausa

Saiba como deve ser a alimentação nesse período da vida da mulher

Nas gerações anteriores a expectativa de vida média das mulheres era de aproximadamente 55 anos, portanto havia pouca necessidade de a sociedade preparar estas mulheres para o período posterior à menopausa. Agora que vivemos por um tempo muito maior, significa que quando entramos na menopausa (clique aqui e saiba os benefícios de amora com isoflavona), ainda temos pela frente algo em torno de 40% de nossas vidas por viver. A menopausa ocorre quando os níveis de estrogênio começam a diminuir e provocar mudanças no ciclo menstrual.

Muitos cientistas acreditam que as isoflavonas da soja, que são semelhantes aos estrogênios em estrutura, promovem a saúde ao se ligarem aos receptores de estrogênio pelo organismo e assim produzir os benefícios do estrogênio sem os efeitos negativos. Durante a menopausa a ovulação pára, fazendo com que os períodos sejam menos frequentes até parar totalmente.

Para muitas mulheres esse processo começa silenciosamente depois dos 40 anos, geralmente entre 45 e 55 anos. Hoje, as mulheres de 50 anos são ativas na sociedade, estão na correria do dia-a-dia, buscam saúde, qualidade de vida e aparentam ser mais jovens do que a idade presente no RG. Embora seja normal esta fase, nenhuma mulher diria que os sintomas parecem normais.

Para pelo menos três quartos das mulheres, a menopausa traz consigo mudanças rápidas e sintomas indesejáveis, como ondas de calor, suor noturno, alterações de humor, cansaço e outros sintomas que podem fazer da menopausa uma das fases mais difíceis no campo emocional e físico. Felizmente, a ciência médica influiu de maneira significante na vida de nossa geração.

Estamos muito mais informados sobre as causas de eventuais riscos para a saúde se não cuidarmos e prevenirmos doenças relacionadas à menopausa, como osteoporose, doenças do coração e até mesmo o câncer. Para entrar nesta fase e ter qualidade de vida, infelizmente, não existem milagres e muito menos fórmulas mágicas.

Mas existe uma maneira bem gostosa de chegar lá: pela alimentação saudável e fazendo algumas mudanças no seu estilo de vida. Veja a seguir o que pode ser feito.

  • Aumente o consumo de soja: Os cientistas começaram a se interessar mais pelo potencial da soja depois que estudos demográficos revelaram que apenas 9% das mulheres que vivem na Ásia, onde a dieta é rica em soja, sentia ondas de calor durante a menopausa comparado a 80?90% das mulheres ocidentais que sofrem com a menopausa.
  • Reduza o consumo de açúcar, sal e guloseimas
  • Exercitar-se: As mulheres sedentárias estão mais propensas a ter ondas de calor do que as mulheres que se exercitam. Em um experimento, os sintomas da menopausa foram reduzidos imediatamente após o exercício aeróbico;
  • Pare de fumar: Estudos preliminares mostram que fumar cigarros pode estar muito relacionado às ondas de calor em mulheres que estão passando pela menopausa;
  • Concentre-se em uma dieta nutritiva, particularmente rica em frutas, legumes e vegetais frescos orgânicos;
  • Limite o consumo de carne vermelha a uma ou duas porções por semana;
  • Aumente o consumo de peixes, principalmente salmão e atum, pelo menos 2x na semana;
  • Limite a ingestão de gorduras a 30% do total de calorias consumidas diariamente;
  • Beba muito líquido, no mínimo oito copos ao dia, preferivelmente água filtrada;
  • Diminua o consumo de café, limitando o consumo para 2 xícaras pequenas ao dia.

Sugestão de cardápio

Café da manhã
Coalhada fresca com 1 banana picada ou outra fruta e aveia em flocos
Pão de forma Integral com geléia diet ou geléia sem açúcar
Suco de uva sem açúcar

Lanche da manhã
Uma porção de fruta fresca

Almoço
Salada de folhas verdes com tofu picado, nozes e damasco
Arroz Integral com cenoura ralada
Soja cozida e temperada
Peixe cozido com couve-de-bruxelas
Uma fatia de melão

Lanche da tarde
Leite de soja light batido com linhaça dourada moída, mamão, couve-verde e castanha do pará.

Jantar
Sopa de legumes mistos com brócolis Uma porção pequena de uvas

Ceia
Chá de erva doce

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *