Pigarro constante precisa de atenção - Blog Unicpharma
Shutterstock 529047286

Pigarro constante precisa de atenção

O muco em excesso pode ser sintoma de condições que devem ser tratadas
Você com certeza já se pegou limpando a garganta sem parar, com a sensação de que algo estava preso ali e não saia, mesmo com o seu esforço. Esse muco acumulado, geralmente associado a uma irritação na garganta, é o que conhecemos como pigarro.
O excesso de catarro é um sintoma comum para gripes e resfriados, quando há a congestão das vias nasais, e costuma desaparecer junto dessas doenças. Porém, quando o pigarro é constante e não está ligado a esses quadros, pode ser um sinal de condições mais graves.

Rinossinusite aguda

Pode ser desencadeada por infecções virais, como durante um resfriado comum ou gripe, e devido a crises alérgicas. A rinossinusite é inflamação da mucosa rinossinusal. A congestão nasal chega a ser tão intensa que pode causar dores faciais e distúrbio do olfato. Quando essa condição se apresenta na infância, a tosse é a manifestação mais comum, acompanhada de pigarro e irritação faringo-laríngea.

Problemas vocais

Seja no trabalho ou na vida social, todos nós usamos a voz frequentemente para comunicação, e sem os devidos cuidados, muitas vezes acabamos lesionando as cordas vocais. O pigarro constante, combinado à rouquidão, perda temporária da voz, falta de ar ao falar e/ou dores na garganta são indicadores de que a saúde vocal foi prejudicada.
O uso excessivo da voz, principalmente em tons altos e sem pausas para descanso, além de fatores como o estresse, alimentação rica em ácidos e gordura e o próprio envelhecimento natural, são facilitadores da condição. E o problema é que, se não tratada, ela pode evoluir para o câncer de laringe, que também apresenta o pigarro como sintoma.

Refluxo faringo-laríngeo (RFL)

Quando o paciente já possui o refluxo gastroesofágico (conheça o esomeprazol 40 mg) que não é tratado, a condição pode se estender para a faringe. O ácido do estômago regurgita para além do esôfago, chegando à garganta e causando sensação de bola na garganta, tosse seca, voz rouca e pigarro.

Caso esteja apresentando um quadro de pigarro constante, procure ajuda médica imediata.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *