Mother Grocery Shopping.

Amamentação x Alimentação: o que comer e não comer

Saiba quais são as recomendações nutricionais para esse período

A amamentação é uma parte muito importante dos cuidados com o recém-nascido e sua saúde. Isso porque o leite materno possui em sua composição todos os nutrientes que a criança precisa para uma alimentação equilibrada que contribua para o seu bom desenvolvimento. Além de ser essencial para a criança, a amamentação ainda traz benefícios para a mãe.

Especialistas da área de nutrição recomendam que a alimentação da mulher seja muito saudável nesse período até para ajudar a manter saúde e hidratação em dia, dando preferência a comidas feitas em casa. Então, afinal, o que deve ser ingerido pela mulher enquanto ela amamenta e o que é melhor ser evitado?

Comida saudável e hidratação

A alimentação da mulher deve ser o mais saudável possível, baseada em alimentos chamados de “comida de verdade”. Esse termo se refere aos alimentos in natura e/ou minimamente processados. Portanto, deve-se priorizar os legumes e verduras, carnes, ovos, cereais, feijões, castanhas e nozes, raízes e tubérculos, leites e frutas.

Recomenda-se que queijos e enlatados sejam ingeridos com moderação, bem como as bebidas que possuam estimulantes, como os cafés e chás. O que é ideal que fique de fora são os alimentos industrializados, ultra processados e/ou ricos em gorduras, açúcar, sal e óleos. A ingestão de bebidas alcoólicas também precisa ser evitada.

Além disso, a mulher precisa ter um cuidado ainda maior com a ingestão de água e sua hidratação. Isso por que a parte líquida do leite materno é produzida com os líquidos ingeridos pela mãe. Logo, é importante que a mulher tome mais água durante o período de amamentação.

O mito do leite fraco

Muitas mulheres acreditam que a alimentação interfere diretamente na produção do leite materno. Ou seja, acabam pensando que ao se alimentarem mal ou em quantidades insuficientes vão acabar produzindo um leite fraco para o seu bebê.

Isso é um mito! Não existe uma comprovação científica de que algum alimento ou líquido irá aumentar ou reduzir a produção de leite e nem torná-lo mais fraco. Todo corpo materno produz o leite com as substâncias e vitaminas certas. A boa alimentação é apenas uma forma de proteger a saúde da mulher e assim, consequentemente, a do bebê.

Voltar


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *