Happy Embraced College Couple In The Classroom.

Abraçar faz bem para a saúde

Além de dar a sensação de bem-estar, o abraço pode ajudar a controlar a pressão arterial

Abraçar pessoas queridas é uma delícia. Traz sensação de acolhimento, segurança, tranquilidade, felicidade. Mas não é só isso. De acordo com uma série de pesquisas científicas, abraçar pode trazer benefícios para a saúde, especialmente a do coração. Vamos saber mais sobre esse gesto tão poderoso!

Abraçar regula a pressão arterial

Em um estudo feito em 2013, pesquisadores da Universidade Médica de Viena, na Áustria, concluíram que abraçar (e ser abraçado) reduz o estresse, o medo, a ansiedade e, como consequência, a pressão arterial.

Na Universidade da Carolina do Norte (nos Estados Unidos), os cientistas chegaram à mesma conclusão sobre o efeito protetor do abraço na saúde do coração. Eles viram que, após abraçar os parceiros, as mulheres com hipertensão conseguiram ter a pressão sanguínea reduzida mais facilmente.

Os pesquisadores explicam que esse efeito sobre a sistema circulatório vem da maior liberação da ocitocina (o chamado “hormônio do amor”), o que acaba favorecendo a regulação da pressão arterial por combater o excesso de cortisol (o hormônio do estresse).

Enquanto isso, um estudo da UK’s Manchester Metropolitan University, na Inglaterra, concluiu que abraçar aumenta os níveis de hemoglobina (substância que faz o transporte de oxigênio no sangue) e isso traz benefícios para a circulação ao mesmo tempo em que reforça a imunidade.

Lembrando que problemas de pressão arterial devem ser tratados por um cardiologista.

Sensação de bem-estar garantida!

Como abraçar estimula a produção de endorfinas (substâncias que atuam como um analgésico natural), o gesto pode reduzir a dor e promover euforia.

Outra substância que tem seus níveis aumentados pelo abraço é a dopamina, cuja função é estimular a sensação de prazer no cérebro.

Todos esses efeitos positivos no bem-estar contribuem para a saúde mental, trazendo equilíbrio para todas as funções do organismo. Com isso, além de aumentar a felicidade, torna-se muito mais eficiente não só prevenir, mas combater doenças.

Mas os cientistas da Universidade Médica de Viena fazem um alerta: abraçar alguém que não nos seja tão querido ou confiável pode causar um efeito contrário, aumentando a liberação do cortisol (o hormônio do estresse). Então, vale levar isso em consideração antes de distribuir abraços por aí!

7 benefícios de abraçar quem se gosta

  1. Sensação de bem-estar e prazer;
  2. Aumento da autoestima;
  3. Fortalecimento da memória;
  4. Redução de estresse e pressão arterial;
  5. Reforço da relação afetiva;
  6. Eficiência na forma de se comunicar;
  7. Aumento da empatia.

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *