Por que fazer um check-up antes de iniciar atividades físicas - Blog Unicpharma
Shutterstock 1044975811 Copia

Por que fazer um check-up antes de iniciar atividades físicas

Conselho Federal de Medicina recomenda exames médicos mesmo no caso de atividades recreativas
Atualmente, o incentivo à prática de exercícios físicos está cada vez mais presente nas campanhas de prevenção da saúde e de qualidade de vida. Esse hábito é importante para deixar a vida mais saudável, evitar diversas doenças e melhorar a autoestima.
No entanto, entrar em uma rotina de atividades físicas exige maior esforço do corpo e gera mudanças metabólicas variadas. Se você apresentar alguma doença silenciosa ou em fase inicial ainda não descoberta, os exercícios podem acabar prejudicando a sua saúde em vez de melhorá-la.
Por isso, o Conselho Federal de Medicina (CFM) recomenda que todos os que pretendem iniciar atividades físicas façam um check-up médico para detectar qualquer fator de risco, sinais ou sintomas que possam indicar problemas na saúde do coração, pulmões, rins, glândulas, ossos e músculos.

As atividades físicas e o coração

A maior preocupação que você precisa ter ao começar uma rotina de exercícios é com o seu coração, uma vez esse é um dos órgãos mais exigidos na prática de atividade física.
Além de exames clínicos e da avaliação de riscos, o seu médico pode pedir exames cardiológicos específicos para garantir que você está apto a fazer exercícios e não corre perigo de sofrer uma parada cardiorrespiratória ou um infarto, por exemplo. Entre eles estão:

  • Teste ergométrico: nele, você caminhará (ou correrá) em diferentes velocidades na esteira, e serão avaliados seus batimentos cardíacos, pressão arterial e atividade elétrica do coração (frequência cardíaca, ritmo cardíaco). Isso é necessário porque algumas alterações só ocorrem durante o esforço físico.
  • Eletrocardiograma: os eletrodos colocados em diferentes regiões do tórax registram a atividade elétrica do coração. Por meio desse registro são identificadas anormalidades do ritmo do coração (arritmias cardíacas), sinais de isquemia, alterações da frequência cardíaca, entre outras.
  • Ecocardiograma: é um ultrassom do coração que permite detectar alterações cardíacas que outros exames não mostram. Avalia tamanho e forma do órgão, força de contração, faz diagnóstico de sopros, malformações, cicatrizes de infarto, dentre outras alterações.

Por tudo isso, é muito importante consultar um médico especializado em cardiologia e pedir uma avaliação antes de começar uma rotina de exercícios.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *