Protetor solar deve fazer parte do ritual de cuidados - Blog Unicpharma
Protetor 620×349

Protetor solar deve fazer parte do ritual de cuidados

Assim que acorda você lava o rosto, escova os dentes e toma banho. Tem certeza de que não está se esquecendo de nenhum cuidado básico, desses que temos obrigação de realizar diariamente? Se a resposta foi sim, então provavelmente você engrossa a enorme massa que ignora o tubo de filtro solar.

Uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Dermatologia constatou que cerca de 70% dos brasileiros não utilizam o produto diariamente, nem mesmo nos dias quentes de verão.

Para piorar, vivemos sob uma cultura que ainda valoriza e enxerga o bronzeado marcado como um sinal de beleza e saúde.

O American Cancer Center indica que, atualmente, há um aumento de 10% de casos de câncer de pele por ano no mundo. Só no Brasil, o Inca (Instituto do Câncer) aponta que sejam registrados até dezembro deste ano quase 120 mil diagnósticos positivos da doença.

Estatísticas mostram que é indispensável o uso do filtro todos os dias para nos proteger dos raios emitidos pelas luzes que atingem a pele. Sim, porque o sol não é o único vilão nessa história.

A luz das lâmpadas e do computador, por exemplo, também tem sua parcela de culpa. A exposição desprotegida ao sol e às luzes é a responsável pelo aspecto envelhecido mais temido entre as pessoas: a pele manchada e marcada por rugas.

A exposição ao sol e às luzes é a responsável pelo aspecto envelhecido da pele

A dermatologista Luciana Lourenço, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica a ação dos principais raios: “O UVA, embora também cause câncer, está mais relacionado ao fotoenvelhecimento. Ele oxida as células, causando uma inflamação. Quando a célula não consegue mais se regenerar dos danos causados, aparece uma cicatriz, no caso, a ruga. Os raios UVB são os principais causadores de câncer, já que incidem de forma perpendicular à pele, causando a vermelhidão. Os danos acontecem no DNA da célula. Por fim, o infravermelho é o calor que a pele recebe e que atua no fotoenvelhecimento”.

Por isso é extremamente importante saber como escolher o filtro ideal. Não se atenha apenas ao FPS da embalagem, que trata principalmente do poder de ação contra raios UVB. O FPS, para o dia a dia, nunca deve ser menor que 30 para rosto e mãos (regiões da pele mais sensível) e 15 para o restante do corpo. Procure por filtros que especifiquem o índice de proteção contra raios UVA também. A nomenclatura é PPB, e deve ser 10 ou 15. Se indicada por meio do símbolo +, eleja a que apresentar 3 +.

Como identificar o câncer de pele Manchas ou pintas que mudam de cor, coçam, crescem ou brilham demais são altamente suspeitas. De toda forma, vale à pena visitar um dermatologista todo ano.

Ele saberá dizer quais sinais precisam ser investigados. Lembrando que pessoas de pele morena e negra também podem desenvolver câncer de pele e, por isso, nunca devem dispensar o uso do protetor solar.

O tratamento da doença consiste em retirar o tumor, o que muitas vezes pode deixar cicatrizes grandes e esteticamente desagradáveis.

Voltar

This Post Has 2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *