Reumatismo: causas, sintomas e tratamento da doença - Blog Unicpharma
147670 Reumatismo Causas Sintomas E Tratamento Da Doenca

Reumatismo: causas, sintomas e tratamento da doença

Se, ultimamente, você tem sentido inchaço nas mãos ou dores persistentes pelo corpo, esses sintomas podem ser um indício de reumatismo — mas não se preocupe, você não está sozinho, e tampouco longe de uma solução.

Confira, neste artigo, a definição, as causas, os sintomas e tratamentos dessa condição, para que você entenda melhor sobre o assunto e se tranquilize. Vamos lá?

Definição de reumatismo

Apesar de parecer, reumatismo não é, necessariamente, uma doença. Essa palavra, porém, serve para designar uma série de doenças de origem não traumática e que causam dores crônicas, tais como artrite, artrose, fibromialgia, gota, Lúpus eritematoso sistêmico, entre outras.

Ocorre que o termo “reumatismo” já caiu em desuso entre os médicos, sendo, inclusive, retirado do dicionário de patologias, mas ainda é uma definição muito utilizada popularmente. Por esse motivo, a palavra pode se confundir com algumas doenças, fazendo, por vezes, que elas passem despercebidas.

Causas

Como já mencionado, as doenças reumáticas são não traumáticas, isto é, elas não surgiram em decorrência de acidente ou trauma físico.

Geralmente, esses problemas ocorrem quando o sistema imunológico falha e ataca o próprio organismo, ou quando há desgaste de tecidos e/ou órgãos, algo que acontece naturalmente conforme a idade avança. Isso pode, inclusive, ser uma condição hereditária.

Sintomas

Mesmo que as doenças reumáticas tenham origens, causas e tratamentos diferentes, os sintomas muitas vezes são similares e/ou coincidentes. Além disso, por serem doenças crônicas, é bom entender que os sintomas somente aparecem quando a doença está “ativa”.

Entre os sintomas do “reumatismo” mais facilmente identificados estão a rigidez nas articulações inflamadas, dor intensa, fadiga, febre, aumento da temperatura na região inflamada, falta de apetite e inchaço.

Tratamento

Em primeiro lugar, é importante dizer que quanto mais cedo for diagnosticada a doença, maiores as chances de controle e/ou diminuição das dores, já que a grande maioria das doenças reumáticas ainda não têm cura.

Além dos medicamentos para dores e inflamações, uma boa maneira de diminuir o desconforto causado por essas doenças é a realização de sessões de fisioterapia.

Isso porque, com esse tratamento, o paciente pode aprender exercícios que ajudam a melhorar a flexibilidade das articulações e a mobilidade, facilitando a execução de tarefas que podem ser dolorosas no dia a dia.

Além disso, tomar alguns cuidados com a alimentação é um fator que faz a diferença na prevenção e no combate às dores e inflamações.

Portanto, procure incluir no cardápio alimentos que contêm vitamina C (cítricos), vitamina D (gemas e laticínios) e vitamina E (nozes e azeite), além de quercetina (maçã e cebola), selênio (castanha-do-pará e cogumelo) e betacaroteno (cenoura e couve). Outro cuidado importante é evitar processados, frituras, açúcares e carboidratos refinados.

Vale lembrar que consultar um profissional que atua na área de reumatologia é fundamental para um diagnóstico preciso, por meio de exames de imagem, análise de sangue e avaliação clínica. Isso faz com que o tratamento seja bem direcionado, logo, mais eficaz.

Voltar

This Post Has 2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *