Shutterstock 308596355

Nariz tampado: Conheças as causas

Gripes, crises alérgicas e até infecções do ouvido são condições associadas ao sintoma
Se você está experimentando a sensação de nariz tampado a ponto de não respirar direito e ficar fanho, sabe que o quadro não é nem um pouco agradável. Além disso, ainda é comum que seja acompanhado dos espirros descontrolados e a coriza.
Esse é o retrato perfeito de casos envolvendo doenças clássicas que estão muito presentes em nosso dia a dia e podem estar ligadas a diferentes fatores e regiões do corpo.

Os famosos: Gripes e resfriados

É só chegar a época de inverno que essas doenças virais se tornam mais frequentes, trazendo com elas o nariz tampado, garganta arranhando e dores no corpo. Os quadros mais simples, os resfriados, são rápidos e não se agravam. Já a gripe, que tem a febre como principal sintoma, é mais incômoda e precisa de atenção, pois pode evoluir para condições graves, como a pneumonia, que também provoca o congestionamento nasal.
Ambas podem ser evitadas com cuidados básicos, como se agasalhar bem, evitar mudanças de temperatura e não ficar muito próximo a quem está no ciclo da doença. Para a gripe, também existe a vacina gratuita do vírus influenza, que protege contra as cepas dos vírus mais agressivos.

As infecções inoportunas

A dor de garganta é mais grave quando apresenta pus no catarro, que se altera para cor amarelada. Esse é o sinal de infecções como a amidalite e a faringite. O nariz tampado também pode ser reflexo do ouvido tampado, sintoma das otites, as infecções no ouvido que causam dores incômodas.
Para fugir das condições que acometem a garganta e o canal auditivo, os cuidados são os mesmos que nos casos de gripes. Evitar o uso de cotonetes e coçar o ouvido, que pode lesionar o local, também previnem as otites.

Quando as alergias atacam

Pó, pólen, ácaros, pelos de animais, poluição, baixa umidade do ar: são muitos os fatores que podem desencadear as rinites, que se caracterizam principalmente pelos espirros e nariz tampado. Outra parte do corpo que também pode ser afetada pela alergia são os olhos, como no caso da rinoconjuntivite alérgica, condição que gera sintomas de coceira e vermelhidão nos olhos, associados à coceira no nariz e na garganta.
A higienização dos ambientes e das roupas, incluindo as de cama e banho, e evitar lugares com muita fumaça, poluição ou poeira são as melhores formas de prevenir essas crises.

 

Voltar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *