Sinusite Crônica: o que é, sintomas e tratamento - Blog Unicpharma
Ill Allergic African Woman Blowing Nose In Tissue At Home

Sinusite Crônica: o que é, sintomas e tratamento

Você sabe o que é a sinusite? A sinusite é uma inflamação que afeta a mucosa dos seios da face, mais precisamente as cavidades ósseas ao redor dos olhos, do nariz e das maçãs do rosto.

Ao todo, existem dois tipos de sinusite: a aguda e a crônica. Quando os sintomas característicos da doença permanecem por mais de 12 semanas, a sinusite já pode ser considerada crônica. Entre os sinais mais comuns de uma crise do tipo são inchaços e dores no rosto.

Entre as principais causas para o surgimento da sinusite crônica estão o tratamento incorreto de uma crise de sinusite anterior, rinite alérgica mal controlada, ingestão de antibióticos em excesso e alterações nas vias aéreas respiratórias, como o desvio de septo. Imunidade baixa ou bactérias resistentes presentes no organismo também podem ser a causa da sinusite.

É muito importante que ao sentir os sintomas, você procure ajuda médica. Otorrinolaringologistas e clínicos geral são especialistas em casos de sinusites agudas ou crônicas.

Quais são os sintomas da Sinusite Crônica? 

Como dito anteriormente, inchaços e dores na face do rosto são os sintomas mais comuns, porém existem outros que também podem incomodar quem sofre da doença. Veja abaixo quais são:

  • Mau Hálito;
  • Secreções com ou sem sangue;
  • Dor de Cabeça;
  • Tosse Crônica;
  • Obstrução do nariz e do ouvido;
  • Febre;
  • Tontura.

Vale ressaltar que a sinusite só pode ser considerada crônica quando ocorre por mais de 12 semanas (3 meses) sem parar.

Quais são os fatores de risco da Sinusite Crônica? 

Além dos casos em que as vias aéreas são comprometidas por alguma complicação, como o desvio de septo e o aumento dos pólipos nasais, a sinusite crônica também pode ser provocada por outros fatores:

  • Crises alérgicas, graças à poeiras, ácaros, pólen, mofo, entre outros;
  • Tabagismo;
  • Trauma na face, como uma pancada ou um soco;
  • Doenças que atingem o sistema imunológico, como a AIDS, o refluxo, entre outros;
  • Infecções respiratórias, como gripes e resfriados, que bloqueiam a passagem do ar pelo nariz.

Como é feito o diagnóstico da Sinusite Crônica?

O diagnóstico da sinusite crônica pode ser realizado apenas clinicamente, por meio de perguntas que o médico especialista fará, ou também com o auxílio de exames.

O primeiro passo é entender o histórico do paciente e a duração que ele vem sentindo os sintomas. Em alguns casos, exames como tomografias, culturas de alergia e endoscopia nasal são solicitados para melhor visualização do quadro do paciente.

Como funciona o tratamento da Sinusite Crônica?

O tratamento da doença pode ser realizado a partir de medicamentos como corticóides, antibióticos, descongestionantes ou antialérgicos. Em casos de desvio de septo ou crescimento dos pólipos, por exemplo, é indicado a cirurgia para desobstrução das vias aéreas.

Devido à sinusites não tratadas ou tratadas incorretamente, o paciente pode desenvolver quadros mais graves como infecções generalizadas, abscessos, inflamações no cérebro e nos olhos, asmas e pneumonias, principalmente em crianças.

Por isso, fique atento e cuide da sua saúde!

 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *