Maquiagem

Você sabe como prolongar a vida útil da maquiagem?

Confira alguns truques para aproveitar ao máximo seus produtos de beleza antes do prazo de validade vencer

Toda mulher tem aquele item de maquiagem que ela gosta muito, que quer usar sempre. E o que acontece quando se usa um produto com frequência? Ele acaba. E acaba rápido. Mas sabia que tem como evitar o desperdício e ainda fazer o produto durar mais? Nós conversamos com especialistas e descobrimos alguns truques bem fáceis que prometem ajudar a economizar seus itens de beleza.

Mas atenção: como tudo na vida, a maquiagem também tem vencimento. E você nem imagina os riscos de se usar itens que passaram do prazo de validade. Quer ver? Alergias, manchas e até candidíase estão na lista de possíveis problemas que podem surgir em decorrência da maquiagem vencida. Segundo o dermatologista Cesar Cuono, “produtos usados após o vencimento podem trazer irritação cutânea com danos enormes e tratamento lento”, afirma. Então, quando o produto passar da data de validade, não importa o quão caro ele tenha sido, o melhor a fazer é jogá-lo fora e evitar complicações. Portanto, nada de usar essas técnicas para manter os produtos depois de vencidos, viu?

Dado esse alerta, veja a seguir as dicas dos especialistas e conserve ao máximo seu produto de maquiagem queridinho!

Priorize a qualidade, não a quantidade

A durabilidade da maquiagem está relacionada tanto à qualidade do produto quando à quantidade utilizada em cada aplicação. Neste caso, uma coisa depende da outra. “Você vai precisar de uma quantidade menor de produto se a qualidade dele for maior”, explica a maquiadora Renata Almeida. “Por exemplo, uma gotinha de base de boa qualidade será suficiente para espalhar e uniformizar o rosto todo, sem a necessidade do produto ser aplicado novamente”, diz.

Em geral, os produtos mais baratos são os que demandam maior quantidade na aplicação. Sabe o barato que sai caro? Então! Muitas vezes vale mais a pena pagar mais caro por um produto que exija menos uso e que, portanto, dure mais.

Tanto faz se for pó, mousse, maquiagem líquida, em bastão, gel ou qualquer outra textura, o que importa é a qualidade e não a quantidade. No entanto, se não souber usar o produto corretamente, o desperdício costuma ser maior em maquiagens de textura líquida do que nas outras apresentações. Então, se o pó ou o item de textura mais compacta for de boa qualidade, é melhor optar por ele.

Armazene corretamente

“É essencial manter os produtos de beleza longe da luz solar, da umidade e de temperaturas elevadas, por isso o banheiro é o lugar menos indicado para guardar maquiagem”, afirma Renata Almeida. O calor e a umidade podem facilitar a contaminação dos produtos por bactérias e fungos, principalmente em pincéis. “Por isso, além de guardar a maquiagem, é preciso mantê-la sempre limpa e seca”, afirma Neiva Pena, maquiadora do salão Essencial Hair. Além disso, a alta temperatura pode mudar até mesmo a coloração e a consistência do produto, inutilizando-o.

Por isso, o ideal é armazenar os produtos de beleza em um local seco, fresco e arejado. “A penteadeira no quarto ou uma maleta específica para maquiagem são os melhores amigos nessas horas”, recomenda Renata Almeida.

Proteja as embalagens

Pode parecer que não, mas a embalagem é essencial para a conservação do produto. Ela o mantém protegido contra raios solares, umidade, além de bactérias e fungos. Por isso, manter a maquiagem sempre dentro de uma maleta ou nécessaire é muito importante para proteger as embalagens também, além do produto em si.

“No caso de viagens, entretanto, é muito mais prático colocar o produto em recipientes menores, mas é importante ficar atento à quantidade e separar somente o que você acredita que vai usar durante os dias que estiver fora”, recomenda a maquiadora Neiva Pena.

Não retire o plástico

Normalmente a primeira coisa que a gente faz quando abre o novo pó compacto é se livrar do plástico que fica entre o produto e a esponja. Mas o que a gente não sabe é que esse plástico, na verdade, está lá por uma razão. “Ele impede que o pó se espalhe pelo recipiente, se quebre ou, ainda, que haja desperdício do produto”, explica Neiva Pena.

Retirar o plástico e guardar a esponja em contato direto com o pó compromete (e muito!) a durabilidade do produto, porque após um certo tempo de uso, a esponja que está sendo utilizada vai acumulando células mortas, oleosidade e outras impurezas presentes no rosto. Se essa esponja fica em contato com o pó, toda essa “sujeira” passa para o produto e a vida útil diminui. Então o melhor a fazer é lembrar de colocar novamente o filme-plástico sempre que terminar de aplicar o pó compacto.

Use o rímel corretamente

Na hora de passar a máscara de cílios, cometemos pelo menos dois erros básicos e que comprometem a durabilidade do nosso produto. Primeiro, nós friccionamos o pincel do rímel dentro do tubo várias vezes. Mas por que isso é um problema? “Quando você faz esse movimento, entra ar dentro do tubo e isso, aos poucos, resseca e estraga o produto”, afirma a maquiadora Neiva Pena.

Além deste, também cometemos um outro erro na hora de passar a máscara. “As mulheres costumam remover o excesso do produto na parte externa do próprio tubo antes de aplicar em si mesmas, só que esse excesso que fica na beirada do rímel acaba ressecando e, na hora de guardar o pincel novamente, você empurra esse produto ressecado para dentro, comprometendo a vida útil de todo o restante”, explica Renata Almeida. Por isso, o mais indicado é remover o excesso em um lencinho de papel.

Esponja ou pincel?

Na hora de passar a maquiagem, uma das dúvidas que passam pela cabeça é: eu uso esponja ou pincel? A resposta é: depende do que você vai aplicar. Algumas mulheres podem pensar que a esponja mais atrapalha do que ajuda, achando que ela suga mais do produto do que outros itens, mas não é bem assim. A esponja, na verdade, é essencial para espalhar e uniformizar a maquiagem que está sendo aplicada no rosto, mas realmente, se usar a esponja para espalhar o pó compacto, por exemplo, uma parte considerável dele permanecerá na esponja após a aplicação. Então, nesses casos, prefira bases de textura líquida. “Para sombras e outras maquiagens de formulação em pó, o ideal é usar sempre o pincel”, sugere a maquiadora Neiva Pena.

Usar hidratante ajuda a economizar?

Todo mundo sabe que, antes de passar a maquiagem, a pele deve estar sempre limpa e hidratada, pois só assim para o produto fixar corretamente no rosto, conferindo o efeito desejado. Por isso, algumas pessoas podem achar que usar cremes hidratantes ajuda na fixação do produto na pele, evitando, assim, que haja necessidade de uma nova aplicação algumas horas depois. No entanto, isso varia de acordo com o tipo de pele, por exemplo, mulheres que tem o rosto oleoso podem aumentar o problema quando usam hidratantes errados. “Nesses casos, o uso desses cremes pode alterar a fixação da maquiagem”, diz Neiva. O ideal é que pessoas com esse tipo de pele usem produtos oil free e em gel, específicos para a pele oleosa.

Já as pessoas de pele seca podem fazer uso de hidratantes sem problema, afinal de contas a exposição ao sol, banhos com água quente e outros fatores exógenos interferem ainda mais na saúde da pele e os cuidados na hora de passar a maquiagem devem ser redobrados. Por isso, para evitar descamações e outros problemas, um creme hidratante é muito bem-vindo na hora de passar maquiagem.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *