Gorduras Poli Insaturadas Podem Melhorar O Desenvolvimento Infantil

Como um componente essencial de sua dieta, as gorduras poli-insaturadas oferecem muitos benefícios à saúde impressionantes.

Gorduras poli-insaturadas podem melhorar o desenvolvimento infantil

As mães que consomem 227-340 gramas de peixes gordurosos por semana durante a gravidez e amamentação podem ter filhos mais saudáveis.

Em um estudo da Pubmed, os filhos de mães que consumiam peixe mais de duas vezes por semana tiveram um desempenho mais alto nos testes de linguagem. Além disso, em habilidades visuais motoras do que crianças cujas mães não consumiam peixe regularmente.

Ademais, observou que os filhos de mães que comeram 340 gramas de peixe por semana eram menos propensos a ter problemas com habilidades comportamentais, motoras finas e de comunicação.

No entanto, os suplementos de óleo de peixe não parecem dar os mesmos resultados. Estudos de controle randomizados não conseguiram encontrar benefícios consistentes para bebês cujas mães tomam suplementos de óleo de peixe ômega-3.

Por exemplo, tomar suplementos de ômega-3 durante a gravidez parece fornecer poucos ou nenhum benefício para prevenir partos prematuros, alergias na primeira infância ou desenvolvimento mental e visual das crianças.

É recomendado que mulheres grávidas ou amamentando consumam semanalmente pelo menos 8. Mas não mais que 227 e 340 gramas, respectivamente de peixe com baixo teor de mercúrio, um metal pesado que pode prejudicar o desenvolvimento fetal.

As mulheres grávidas devem limitar ou evitar peixes com os níveis mais elevados de mercúrio, incluindo marlin, orange roughy, espadarte, atum, cavala e tubarão.

Foto Destaque: Divulgação/Getty Images

This Post Has 2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *