Gorduras Saturadas: O Que São E Como Equilibrar A Sua Dieta

Em suma, as gorduras insaturadas são embaladas frouxamente. Assim, tendem a ser líquidos em temperatura ambiente. Aliás, existem dois tipos principais de gordura insaturada. Dessa maneira, confira agora no Blog da Unic:

Gorduras monoinsaturadas

Como resultado, o consumo de gorduras monoinsaturadas à base de plantas pode ajudar a diminuir o risco de doenças cardiovasculares e mortalidade geral. Em síntese, os alimentos com maior teor de gorduras monoinsaturadas incluem:

  • azeite
  • óleo de amendoim
  • abacates
  • mais nozes
  • a maioria das sementes

Gorduras poli-insaturadas

Desse modo, seu corpo precisa de gorduras poli-insaturadas para funcionar. Assim, ajudam na movimentação muscular e na coagulação do sangue. Aliás, como seu corpo não produz esse tipo de gordura, você precisa obtê-la por meio de sua dieta. Ademais, podem ser divididas em dois tipos: ácidos graxos ômega-3 e ômega-6. Em suma, os ácidos graxos ômega-3 são benéficos para a saúde do coração. As melhores fontes de ácidos graxos ômega-3 são:

  • peixes gordurosos, como sardinha, atum, salmão, truta, cavala e arenque
  • linhaça moída e óleo de linhaça
  • soja
  • ostras
  • nozes
  • sementes de girassol, chia e cânhamo

Há um debate sobre o papel inflamatório dos ácidos graxos ômega-6. A maioria dos americanos consome mais do que o suficiente. Consumir muitos alimentos ricos em gorduras ômega-6 pode aumentar a inflamação em seu corpo e aumentar o risco de certos problemas de saúde, incluindo obesidade. Os ácidos graxos ômega-6 se encontram em: óleos de canola, cártamo, soja, girassol, noz, óleo de milho.

Enfim, gorduras saturadas

De acordo com a Harvard Medical School, pesquisas recentes revelam que não há evidências suficientes de que a gordura saturada aumenta o risco de doenças cardiovasculares. No entanto, as evidências sugerem que a escolha de gorduras poli-insaturadas no lugar da saturada pode reduzir o risco. Esse não é o caso se você substituir a saturada por açúcar e carboidratos processados.

Alguns óleos podem ter mais benefícios à saúde do que outros. O óleo de canola, embora considerado uma gordura insaturada, é altamente refinado. De acordo com um estudo de 2018 da HMS, mostrou que pode ter efeitos negativos na saúde. Recomenda-se comer óleos com moderação e variar a ingestão de tipos de óleos.

Além disso, descobriu que o aquecimento repetido de óleos vegetais pode diminuir sua atividade antioxidante e aumentar a produção de radicais livres, o que pode levar a efeitos negativos para a saúde. Evite o superaquecimento ou queima de óleos vegetais para manter seu teor de nutrientes.

Foto Destaque: Divulgação/Getty Images

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *