Mal de Parkinson: sintomas, diagnóstico e tratamento - Blog Unicpharma
IStock 835733188

Mal de Parkinson: sintomas, diagnóstico e tratamento

ADoença de Parkinson, ou Mal de Parkinson, é uma doença degenerativa crônica e progressiva que atinge o sistema nervoso central. 

Entre as suas principais características estão a alteração na velocidade e na agilidade dos movimentos e os intensos tremores involuntários das mãos. Isso se dá pela alta diminuição da produção de dopamina no cérebro, responsável pela capacidade motora do ser humano. 

Apesar de atingir majoritariamente idosos acima de 55 anos, inúmeros casos são diagnosticados em pessoas com menos de 40. Segundo especialistas, o Parkinson nem sempre apresenta sintomas claros, por isso, alguns pacientes só o descobrem em seu estágio avançado, o que dificulta o tratamento. 

Quais são as causas do Mal de Parkinson?

Com o envelhecimento, é natural a morte progressiva das células nervosas que produzem a dopamina. Entretanto, em algumas pessoas, essa perda acontece em um ritmo maior, provocando assim a manifestação dos sintomas de Parkinson. 

Ainda não se sabe quais são as causas que intensificam essa perda rápida e progressiva no cérebro. Especialistas apontam que fatores genéticos e ambientais podem estar ligados ao desenvolvimento da doença. 

Como identificar o Mal de Parkinson?

Os tremores nas mãos é o sintoma popular mais característico do Mal de Parkinson, principalmente por acontecer em momentos de repouso. Mas existem outros sinais que também merecem a sua atenção. Fique atento: 

  • Rigidez muscular;
  • Dificuldade para movimentar-se;
  • Prisão de ventre;
  • Depressão;
  • Movimentos lentos e pesarosos;
  • Perda das expressões faciais;
  • Dificuldade para andar (passos mais lentos e arrastados);
  • Tontura;
  • Dificuldade para engolir;
  • Distúrbio urinário;
  • Complicações no sono;
  • Distúrbio respiratório.  

Como é feito o diagnóstico do Mal de Parkinson?

Não há nenhum exame específico que faça o diagnóstico do Mal de Parkinson. Geralmente, o quadro clínico definitivo é feito com base nos sintomas que o paciente apresenta e na experiência do especialista acerca da doença.  

Em alguns casos, é solicitado um exame de imagem para entender se os sintomas apresentados pelo paciente têm ou não ligação com demais complicações. 

Existem tratamentos para o Mal de Parkinson?

Apesar da doença não ter cura e ser progressiva, os sintomas do Mal de Parkinson podem ser tratáveis, justamente para que o paciente possa levar uma vida sem muitas limitações. Diversos pacientes com o quadro clínico continuam trabalhando normalmente, por exemplo. 

Conheça abaixo 4 tipos de tratamento que ajudam na melhora da qualidade de vida de quem tem a doença: 

Quais são os métodos de prevenção do Mal de Parkinson?

Existem 5 formas que ajudam a prevenir o avanço da doença. Veja abaixo quais são: 

  • Manter uma dieta equilibrada sem exageros;
  • Não ignorar os sintomas, principalmente o surgimento de tremores nas mãos;
  • Manter uma rotina de atividades físicas;
  • Realizar check-up, no mínimo, uma vez por ano. 

E o mais importante: não deixar de realizar atividades intelectuais, como ler e escrever. A mente nunca pode ficar parada. 

Fique de olho na sua saúde e na saúde dos seus familiares mais idosos também. 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *