5 dicas essenciais para curar a ressaca - Blog Unicpharma
IStock 511736376

5 dicas essenciais para curar a ressaca

Carnaval é sinônimo de alegria e curtição. Mas você sabia que essa data também exige alguns cuidados médicos? 

Grande esforço físico aliado ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode provocar uma ressaca intensa no seu corpo. Por isso, é importante saber reconhecer os seus sinais e como tratá-los adequadamente. 

Por que ocorre a ressaca?

O alto consumo de bebidas alcoólicas gera um desequilíbrio muito grande no organismo, principalmente no fígado. Ele é responsável por produzir uma enzima, que é fundamental na eliminação do álcool presente no corpo. O problema é que mesmo após a sua eliminação, a quantidade dessa enzima continua alta no organismo, desestabilizando todo o processo.  

Quais são os sintomas da ressaca?

Os sinais da ressaca costumam aparecer logo no dia seguinte. Já a intensidade de cada um deles varia de acordo com o esforço feito e a quantidade de álcool ingerido anteriormente. 

Conheça abaixo os principais sintomas da ressaca: 

  • Dor de cabeça forte;
  • Dor nos olhos e sensibilidade ao som e à luz;
  • Mal-estar geral no corpo;
  • Dor no estômago;
  • Falta de apetite;
  • Boca seca e muita sede;
  • Amnésia leve ao que aconteceu no dia anterior.

Como curar a ressaca?

Apesar de não ser considerada uma doença, a ressaca merece alguns cuidados específicos. Por este motivo, separamos abaixo 5 dicas para te ajudar nessa missão:

1. Beba muito líquido antes de dormir e no dia em que você sentir os sintomas da ressaca. Isso vai evitar que seu corpo desidrate por causa do álcool consumido.

2. Faça uso de analgésicos para combater as dores de cabeça e no corpo.

3. Não deixe de se alimentar e mantenha uma dieta pobre em gorduras e comidas pesadas.

4. Faça repouso sempre que der. Seu corpo precisa descansar para repor as energias gastas.

5. Beba café e sucos naturais. O café ajuda a metabolizar as toxinas presentes no fígado e a frutose (açúcar presente nas frutas) auxilia na queima do álcool.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *