Ulcerative Colitis (UC). Intestine

Quais são as causas da obstrução intestinal?

A constipação é uma condição incômoda em qualquer forma e pode causar um mal-estar geral. Os casos persistentes em que realmente a propulsão do conteúdo não consegue chegar até o canal anal são chamados de obstrução intestinal.

Principais condições que provocam obstrução intestinal

Apesar das causas da obstrução intestinal poderem ser mecânicas, vasculares ou funcionais, de acordo com um estudo publicado na revista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Coloproctologia, atualmente existem três fatores mecânicos que, juntos, representam 80% de todos os quadros.

·         Aderências: essa é a principal razão da obstrução intestinal acontecer em todas as idades, mas principalmente nos adultos. Quando o paciente já passou por uma cirurgia abdominal anteriormente, durante a cicatrização interna da região algumas faixas de tecido cicatricial acabam aderindo nas paredes do órgão e criando uma obstrução.

·         Hérnias: essa causa também é bem comum para a condição. Quando elas são de tamanho médio podem estrangular o intestino e até provocar uma rotação, por isso ele fica obstruído.

·         Neoplasia intestinal: câncer intestinal, que é mais comum no intestino grosso. Geralmente, a doença começa com uma lesão benigna na região que tem uma evolução lenta até se tornar um tumor maligno que obstrui o órgão.

O torção no intestino grosso, clinicamente chamado de volvo intestinal, a diverticulite, e o câncer de pâncreas também podem ser outros fatores que provocam a obstrução. Já em recém-nascidos, a maior parte dos casos de obstrução intestinal se deve a algum defeito congênito.

Sintomas comuns

Os sintomas dependem da forma da obstrução intestinal e quando as causas são mecânicas eles podem aparecer tardiamente. Além da parada total de eliminação de fezes e gases, também há dor (cólica intestinal), náuseas, vômitos e distensão abdominal.

Como a condição se caracteriza como uma emergência médica, é necessário um atendimento imediato por um coloproctologista ou cirurgião geral.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *