Doenca Cardiaca Mao Coracao 0117 1400×800

Dor no peito não é sempre sinal de doença cardíaca

Outras condições físicas e até emocionais podem provocar esse sintoma

Todo mundo que já sentiu ou que pensa na possibilidade de sentir uma dor no peito automaticamente já associa o sintoma ao infarto. E realmente essa é a condição mais conhecida para essa manifestação, apesar de outras doenças cardíacas, como miocardite e pericardite, por exemplo, também causarem um desconforto na região.

A dor torácica típica (nome que se da para as dores de causa coronariana), é caracterizada por ser aguda, em aperto, de forte intensidade que pode irradiar para região das costas, braços (principalmente o esquerdo) e mandíbula. Normalmente a dor pode estar acompanhada de muito suor e falta de ar.

No entanto, nem sempre a dor no peito é sinal de problemas no coração. Outras doenças que acometem locais bem diferentes também podem causar essa dor. Prestar atenção de onde ela vem, com qual duração e se está acompanhada de outros sintomas ajuda a identificar a causa. Mas, lembrando, que é essencial sempre procurar ajuda médica mesmo assim.

Problemas digestivos

A dor no peito pode ser uma reação de quando o sistema digestivo está prejudicado. Por exemplo, casos de má digestão, refluxo gastroesofágico ou condições que dificultam a deglutição dos alimentos muitas vezes acabam provocando azia ou queimação. Logo, a dor no peito pode ser decorrente na verdade de uma queimação na garganta e/ou no esôfago.

Além disso, os cálculos biliares, mais conhecidos como pedras na vesícula, ou mesmo a inflamação desse órgão ou do pâncreas costumam causar dores abdominais que podem irradiar para região peitoral, causando essa confusão no paciente.

Doenças pulmonares

Muitas condições que afetam o pulmão possuem esse sintoma característico. Entre elas, podemos citar a inflamação da membrana que envolve o pulmão e que pode provocar dor ao inspirar ou tossir, a hipertensão pulmonar, a embolia pulmonar a qual é causada por um coágulo de sangue que bloqueia o fluxo sanguíneo para o pulmão, e até mesmo o colapso pulmonar, que pode até causar dor no peito por horas devido à falta de ar.

Músculos ou ossos lesionados

O sintoma também pode indicar que algo não vai bem com alguma das estruturas da parede torácica, como acontece nos casos de inflamação da cartilagem da caixa torácica, fibromialgia (que provoca dores musculares intensas), contratura musculares ou até mesmo costelas machucadas ou quebradas.

Ataque de pânico

Além de doenças físicas, as dores no peito podem ter fundo emocional. Um ataque de pânico (geralmente decorrente do distúrbio psicológico conhecido como Síndrome do Pânico) tem sintomas parecidos com um infarto, como a dor no peito, respiração e batimentos acelerados, sudorese e náuseas. A diferença é que ele vem acompanhado de uma ansiedade descontrolada e sentimentos negativos, como um grande medo de morrer.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *