Entenda as palpitações no peito - Blog Unicpharma
Shutterstock 331486559

Entenda as palpitações no peito

Se as palpitações são persistentes, é sinal de que algo pode estar errado com o coração

As palpitações no peito aparecem quando o coração bate fora do ritmo normal (entre 60 e 100 batimentos por minuto), podendo ser mais lento ou mais rápido e até variar entre as duas situações.
Se isso acontece de vez em quando, tudo bem. Na maioria dos casos, as palpitações duram pouco tempo e somem espontaneamente.
Agora, se é uma condição constante, sinal de alerta ligado, porque isso pode levar à falência do coração.
Uma curiosidade: em geral, as palpitações que não passam são decorrentes de infartos do coração, ou seja, quem já passou por isso, está no grupo de risco.
Causas, sintomas e tratamento
Fatores como exercícios físicos extenuantes, cafeína, fumo, álcool e uso de outras drogas estimulantes podem desencadear as palpitações, então, vale ter atenção ao estilo de vida para evitar o problema.
As palpitações vieram acompanhadas de tontura, falta de ar e/ou aperto no peito? Mesmo que tenha passado rápido ou levado mais tempo, procure um pronto-atendimento e uma avaliação médica, porque pode ser sinal de doenças cardíacas.
Além de mudança de hábitos, o tratamento para palpitações pode envolver uso de medicamentos que controlam as batidas do coração. Em alguns casos, pode ser necessário implantar um marcapasso para realizar esse trabalho.
Tudo vai depender da avaliação clínica feita em consultório, então, não pense duas vezes antes de buscar ajuda. 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *