Reconheça os tipos de conjuntivite por suas características - Blog Unicpharma
Tipos Conjuntivite

Reconheça os tipos de conjuntivite por suas características

A conjuntivite é uma doença ocular conhecida e também uma das mais comuns, independentemente da idade, principalmente no outono e no inverno.
Ela é uma inflamação da membrana que cobre a parte branca dos olhos, chamada de conjuntiva, e também o interior das pálpebras.
Apesar de não ser uma doença com complicações graves na maioria das vezes, os sintomas são incômodos e incluem olhos vermelhos, ardor, coceira e muito desconforto em lugares com muita claridade, podendo durar um período consideravelmente longo. É por tudo isso que a conjuntivite é tão temida.
No entanto, o que nem todo mundo sabe é que ela pode se apresentar de maneiras diferentes e nem todos elas são contagiosas! Só o médico da área de oftalmologia pode diagnosticar qual tipo você apresenta e receitar o tratamento correto, mas vale conhecer as principais diferenças entre elas.

Conjuntivite Viral é a mais contagiosa

Além de ser a forma da doença mais fácil de transmitir, com maiores chances também de atingir os dois olhos (o segundo geralmente apresenta os sintomas de três a quatro dias após o primeiro, sendo afetado por causa dele), ela não possui um tratamento específico.
Associada na maioria parte dos casos a um resfriado ou garganta irritada, a infecção pode durar mais ou menos de 15 a 20 dias.
Além disso, uma característica única da conjuntivite viral é a formação de muco, que faz o olho amanhecer grudado e lacrimejar mais durante o dia.
Fazer compressas com água gelada é a única recomendação para aliviar o incômodo.
Para se proteger da conjuntivite viral, evite o contato com pessoas infectadas e com seus objetos pessoais, incluindo roupas de cama e banho, que devem ser trocadas constantemente e lavadas separadas. Lembre-se também de lavar bem as mãos, principalmente ao voltar de lugares públicos.

Na Conjuntivite Bacteriana há a presença de pus

Esse tipo de conjuntivite se parece muito com o viral, tanto na facilidade da transmissão e na prevenção como na forma como os sintomas aparecem.
O que as diferencia é que, na conjuntivite bacteriana, há a presença de pus de cor amarelada que persiste durante todo o dia.
Bactérias como Staphylococcus e Streptococcus são as principais causadoras da conjuntivite bacteriana e o tratamento inclui colírios à base de antibióticos receitados pelo médico.
Com os cuidados corretos, ela desaparece mais rápido que a viral: de cinco a sete dias após o início do tratamento.

Conjuntivite Alérgica não é contagiosa

Poeira, animais, mofo, produtos de maquiagem, outras alergias apresentadas pelo paciente. Tudo isso pode provocar a conjuntivite alérgica, que geralmente é a forma menos complicada da doença, já que não é transmissível.
Essa forma atinge os dois olhos ao mesmo tempo e possui alguns sintomas diferentes, como inchaço na pálpebra, visão turva e olhos secos. Geralmente, a alergia também é acompanhada de coriza nasal e espirros.
Além de colírios que aliviam os sintomas, dependendo do que desencadeou a doença, o oftalmologista pode indicar medicamentos anti-inflamatórios e antialérgicos para o tratamento.

 

Voltar

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *