Como prevenir pelo encravado - Blog Unicpharma
Shutterstock 155472650

Como prevenir pelo encravado

Os pelos se formam dentro do folículo piloso. São constituídos por duas partes: a raiz implantada na derme e a haste, que se projeta acima da superfície da pele. Como o crescimento não para, o pelo encrava quando não consegue romper a barreira da pele e se encurva embaixo da derme ou penetra novamente no folículo piloso.

Esse processo provoca uma reação inflamatória, conhecida como foliculite, com lesões avermelhadas semelhantes a espinhas, com ou sem pus, devido à contaminação bacteriana, que podem coçar e causar dor local. Algumas chegam a formar cistos.

O problema, em geral, ocorre com mais frequência, com os pelos mais grossos e encaracolados, principalmente, se a pessoa tiver poros estreitos ou cicatrizes na pele. Pelos mais finos também têm uma maior tendência a encravar por não conseguirem quebrar a barreira da pele durante o processo de crescimento.

Nos homens, a região da barba – rosto, pescoço e nuca – costuma ser a mais afetada. Nas mulheres, pernas, axilas e virilha são as áreas mais vulneráveis.

Causas do pelo encravado

A mais comum delas está associada a erros na forma de depilação, seja com cera quente, fria ou mesmo com lâmina de barbear ou creme depilatório. Conforme é feita a remoção dos pelos, eles podem perder sua característica de ter a ponta mais fina para atravessar a barreira cutânea.

Também pode acontecer por atrito provocado pelo uso de roupas muito apertadas, acúmulo de células mortas ou a pequenas lesões cutâneas, que podem obstruir os poros impedindo sua passagem. Além de excesso de oleosidade.

Prevenção

Esfoliar facilita a remoção de células mortas que podem se acumular e dificultar a saída do pelo em crescimento. Também é recomendado hidratar a pele após a esfoliação.

Em geral, a inflamação do pelo se cura sozinha, mas casos mais graves e recorrentes merecem atenção e tratamento, pois podem levar a perda permanente do pelo e causar cicatrizes.

Dicas especiais para os homens

Ao fazer a barba devem ter os seguintes cuidados:
– Lavar o rosto com água morna e sabonete neutro, o que ajuda a higienizar a pele, a abrir os poros e amolecer os pelos.
– Usar sempre espuma ou gel de barbear para a lâmina deslizar mais fácil. E nunca escanhoar (barbear no sentido contrário ao nascimento do pelo), pois  aumenta o risco de o pelo encravar na região da barba, alteração conhecida como pseudofoliculite;
– Depois de se barbear, enxaguar o rosto com água fria para fechar os poros; em seguida, aplicar uma loção pós-barba adequada ao tipo de pele.

 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *