Alergia a picada de inseto: por que acontece e quais são os sintomas? - Blog Unicpharma
Shutterstock 679550674

Alergia a picada de inseto: por que acontece e quais são os sintomas?

Você que já levou uma ferroada de abelha, vespa ou formiga, descobriu da pior forma se tem alergia a picada de inseto. Apesar de serem comuns, muitas vezes essas picadas resultam em vermelhidão e inchaço na área lesada.
E, dependendo de quão alérgica é a pessoa, a picada pode causar uma reação que ameaça a vida. A maioria das pessoas não é alérgica, mas, ao saber a diferença, você pode decidir se precisa consultar um médico, ou não.
Por essa razão, neste post, vamos explicar a você por que ocorre a reação alérgica e quais são os sintomas. Confira!

Por que algumas pessoas possuem alergia a picada de inseto?

Isso tem a ver com diferenças individuais em nosso sistema imunológico.
Alguns insetos picam, como é o caso de muitos mosquitos e barbeiros. Porém, outros ferroam, o que ocorre no caso de abelhas, vespas e algumas formigas. Tanto as picadas quanto as ferroadas contêm agentes estranhos ao seu organismo e, podem fazer mal. As reações alérgicas severas, no entanto, geralmente, ocorrem em decorrência de ferroadas.
Quando os agentes entram em contato com seu corpo, o sistema imunológico — sistema de defesa do corpo — entra em ação. Ao se sentir ameaçado por um agente estranho, como no caso de uma picada de inseto, o corpo libera histamina (e outras substâncias inflamatórias) no local da picada.
Essa substância é liberada como uma reação às enzimas estranhas ao seu corpo, presentes no veneno injetado pelo ferrão do inseto. Quanto mais histamina é liberada, aumentam a vermelhidão e a coceira.

Quais os tipos de reações podem ocorrer?

Há três tipos de reações a picadas de inseto, mas a gravidade dos sintomas varia de pessoa para pessoa. Veja, a seguir, quais são:

Reação local

Essa reação desencadeia dor, inchaço e vermelhidão ao redor do local da picada.

Uma reação local extensa

Provoca inchaço, que pode se estender para além do local picado. Por exemplo, uma pessoa picada na mão pode ter todo o braço afetado. Apesar de parecer preocupante, na maioria das vezes, não é mais grave do que a reação normal.
Essas reações atingem o pico em, aproximadamente, 48 horas. Em seguida, melhoram gradualmente em um período de 5 a 10 dias.

Reações sistêmicas graves — também chamadas de reações anafiláticas — não são comuns. Mas quando elas ocorrem, são emergenciais. Os sintomas podem incluir:

  • dificuldade respiratória por obstrução das vias aéreas;
  • erupções cutâneas vermelhas e pruriginosas pelo corpo;
  • inchaço da garganta, rosto e boca;
  • sibilância ou dificuldade de deglutição;
  • inquietude e ansiedade;
  • taquicardia;
  • tonturas ou queda brusca da pressão arterial.

Nesse caso, a pessoa costuma ter reação quase imediata e deve procurar atendimento médico urgente, pois corre grave risco de vida.

Como descubro se sou alérgico a picada de inseto?

Infelizmente, muitas pessoas descobrem que são alérgicas depois de serem picadas por algum inseto. Quando isso ocorre, o ideal é se consultar com um médico alergologista. Ele irá avaliar o quadro e solicitar os exames e testes necessários para confirmação diagnóstica
Além disso, o exame também pode dizer se a pessoa é alérgica a outros agentes, como pólen, mofo, poeira, pelos de animais, ácaro etc.

Como são tratadas as reações alérgicas?

Normalmente a reação alérgica leve é tratada com medicamentos antialérgicos comuns, mas que devem ser prescritos por um médico. Quando a alergia a picada de inseto ocorre no nível mais grave, somente o serviço de emergência médica poderá tratar o paciente. Esses casos exigem medicamentos específicos, que serão administrados pelo médico.

 

Voltar 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *