Tire suas dúvidas sobre doação de sangue - Blog Unicpharma
IStock 853401772

Tire suas dúvidas sobre doação de sangue

A doação de sangue é um gesto solidário em que você doa uma pequena quantidade do seu sangue para salvar a vida quem se submete a tratamentos médicos de grande porte. De acordo com o Ministério da Saúde, apenas 1,8% da população brasileira doa sangue e uma única doação pode salvar até quatro pessoas. Para incentivar essa prática tão importante, vamos esclarecer algumas dúvidas sobre doação de sangue.

Como fazer doação de sangue

O primeiro passo para fazer a doação de sangue é procurar o hemocentro mais próximo. É ali que você passará por uma avaliação e fará todo o procedimento com segurança. Os requisitos para fazer a doação de sangue são:

  •       Estar em boas condições de saúde;
  •       Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade;
  •       Pesar no mínimo 50kg;
  •       Estar descansado (ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas);
  •       Estar alimentado, mas ter evitado alimentos gordurosos até duas horas antes da doação de sangue (porque isso pode dificultar a identificação de algumas doenças transmissíveis);
  •       Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial, que permita o seu reconhecimento.

O processo de doação de sangue leva cerca de uma hora e inclui uma triagem clínica onde você faz teste de anemia, verifica a pressão arterial, batimentos cardíacos, peso, temperatura e responde a um questionário sobre sua saúde.

O que pode impedir a doação de sangue

De acordo com a Fundação Pró-Sangue, estes são os impedimentos mais comuns para a doação de sangue:

  •       Estar com anemia no teste realizado antes da doação;
  •       Estar com a pressão arterial alta ou baixa no momento da doação;
  •       Estar com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação;
  •       Estar com febre no dia da doação;
  •       Ser gestante ou lactante;
  •       Levar uma criança menor de 13 anos para o hemocentro, sem a presença de outro adulto.

Algumas condições de saúde como gripes, resfriados, procedimentos cirúrgicos (inclusive, odontológicos) e estilo de vida são avaliadas individualmente. A vacinação também pode pedir que você aguarde um tempo mínimo para fazer a doação de sangue. Só para ter ideia, a vacina contra a gripe, por exemplo, exige o prazo de um mês após a aplicação antes de doar o sangue.

E quanto a piercing e tatuagens? De acordo com o Ministério da Saúde, apenas pessoas com piercing na cavidade oral não podem realizar a doação. Sobre tatuagens, recomenda-se que a doação de sangue seja feita após um ano da realização do desenho. Esse é o tempo adequado para que doenças contagiosas que possam ser transmitidas pela agulha se manifestem e sejam detectadas na triagem.

10 fatos sobre doação de sangue

  1. A doação de sangue não causa alterações no organismo;
  2. Dor sangue não impede você de fazer sexo;
  3. Você não emagrece doando sangue;
  4. Mulheres podem doar sangue mesmo no período menstrual;
  5. O sangue doado é seguro: ele é testado para seis doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: hepatite B, hepatite C, HIV, HTLV, sífilis e doença de Chagas;
  6. Se você tem diabetes controlado, você pode doar sangue;
  7. Não é preciso estar em jejum para fazer a doação;
  8. Homens podem doar sangue de dois em dois meses;
  9. Mulheres podem fazer a doação de sangue de três em três meses;
  10. Você deve esperar pelo menos duas horas depois de fumar antes de fazer a doação de sangue.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *