Baixo consumo de sal pode ser tão prejudicial quanto o excesso - Blog Unicpharma
Sal E1310649862135

Baixo consumo de sal pode ser tão prejudicial quanto o excesso

O organismo precisa de sódio na medida certa para manter suas atividades mais básicas

A maioria dos americanos consome sódio em demasia. Segundo estimativas, algumas pessoas ingerem aproximadamente 3.400 miligramas por dia. Mesmo os melhores alimentos e nutrientes podem ser tóxicos se comidos exageradamente. O mesmo vale para o sal.

Mas o problema não é o modo de preparo, tampouco o sal que você adiciona à comida. O problema é que muitas pessoas estão se entupindo de comidas processadas. Elas são convenientes e baratas. Mas não se iluda, há um preço alto a se pagar por elas.

O sal é absolutamente essencial à vida saudável. O sódio ajuda a manter a sua pressão sanguínea e os fluidos corporais em níveis corretos. Se você estiver interessado em manter o coração batendo e seus músculos contraindo-se, você deve estar interessado em obter uma dose justa de sódio.

Se você não tiver o suficiente deste mineral, você pode começar a sofrer de fadiga, fraqueza e náusea. O sódio severamente baixo pode até levar à confusão, agressão, tontura, convulsões, coma ou morte.

Novidades científicas

O mais recente de uma longa lista de estudos diz que limitar a ingestão de sal pode ser devastador à saúde. Os pesquisadores europeus descobriram que consumir baixos níveis de sal estava ligado a uma taxa mais alta de doença cardiovascular e morte.

Um time de pesquisadores europeus, encabeçado por Jan Staessen da Universidade de Leuven, na Bélgica, estudou 2.856 pessoas que não eram hipertensas ou portadoras de doenças cardiovasculares. No início do estudo as pessoas estudadas passaram por coleta de urina por 24 horas para que os pesquisadores pudessem determinar a quantia de sal que cada pessoa consumia. Em seguida, os responsáveis pelo estudo dividiram os participantes em três grupos, segundo a excreção de sal. Ao longo de oito anos, foram observados os seguintes resultados:

– 50 mortes no grupo com o menor consumo de sal;
– 24 mortes no grupo de consumo médio;
– 10 mortes no grupo com o maior consumo de sal.

O risco de doença cardiovascular também era 56% mais alto no grupo com o menor consumo.

O sal é absolutamente essencial à vida saudável. O sódio ajuda a manter a sua pressão sanguínea e os fluidos corporais em níveis corretos. 

Mas, como já disse, este é apenas o mais recente estudo provando os perigos de não ingerir sal suficiente. Pesquisas mostram que a restrição do sal pode também estar ligada a danos aos órgãos. Caso o coração e os rins sejam danificados pela hiponatremia (o baixo sódio sanguíneo), você pode piorar a hipertensão. A restrição do sal nos meses do verão pode levar à exaustão por calor, um distúrbio mineral severo que causa desmaios e às vezes derrame ou enfarte.

Consumo adequado

Você precisa de pelo menos uma colher de chá de sal por dia para sobreviver. Mas esqueça o produto industrial que, muito provavelmente, esteja parado em cima da sua mesa na cozinha.

Aquele sal não é um sal feito para consumo humano. É um produto industrial feito para a indústria química, e não para a sua mesa. O único sal que você deveria estar usando é o sal que vem de um leito marinho limpo. Pode não parecer apetitoso à primeira vista. O puro sal marinho deve ser cinzento e um pouco encharcado.

Certifique-se de que o sal esteja armazenado em um lugar fresco e seco dentro de um frasco hermético para evitar o ressecamento. Você deve também mexer o sal de poucos em poucos dias. Quando o sal marinho natural fica parado, a umidade vai para o fundo do frasco e o sal fica empedrado.

Super saúde!

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *