Práticas integrativas: o que são? - Blog Unicpharma
Praticas Interativas

Práticas integrativas: o que são?

Aliadas à medicina tradicional, as práticas integrativas potencializam cuidados com a saúde

As práticas integrativas são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir doenças que vão desde hipertensão até depressão. Em alguns casos, as práticas integrativas também podem ser usadas como tratamentos paliativos em algumas doenças crônicas.

Elas funcionam mesmo?

De acordo com o Ministério da Saúde, evidências científicas têm mostrado os benefícios de se aliar a medicina convencional e as práticas integrativas. Além disso, há um crescente número de profissionais capacitados e habilitados, como também maior valorização dos conhecimentos tradicionais de onde se originam grande parte dessas práticas.

Ainda assim, é importante dizer que as práticas integrativas não substituem as recomendações médicas tradicionais. Elas são um adicional, um complemento no tratamento, e indicadas por profissionais específicos conforme as necessidades de cada caso.

Para saber como as práticas integrativas podem ajudar você, converse com um clínico geral ou um psicólogo e terá orientações específicas.

Conheça as principais práticas integrativas

  •         Acupuntura: é uma intervenção que faz parte dos recursos terapêuticos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC). A acupuntura estimula pontos espalhados por todo o corpo, ao longo dos meridianos, por meio da inserção de finas agulhas filiformes metálicas. O objetivo é a promoção, manutenção e recuperação da saúde, bem como a prevenção de agravos e doenças. É um dos tratamentos mais antigos do mundo e pode ser de uso isolado ou integrado com outros recursos terapêuticos da MTC ou com outras formas de cuidado.
  •         Aromaterapia: prática secular que utiliza as propriedades dos óleos essenciais para recuperar o equilíbrio e a harmonia do organismo do ponto de vista físico e mental. Pode ser associada a outras práticas, como terapia de florais, cromoterapia, entre outras, e pode potencializar os resultados do tratamento tradicional adotado pelo médico.
  •         Fitoterapia: é um tratamento terapêutico caracterizado pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas. As plantas medicinais são espécies vegetais, cultivadas ou não, que devem ser utilizadas de forma racional, pela possibilidade de apresentar interações, efeitos adversos, contraindicações.
  •         Ioga: prática corporal e mental de origem oriental utilizada como técnica para controlar corpo e mente. Em geral, é associada à meditação. Entre os principais benefícios obtidos por meio da prática da ioga estão a redução do estresse, a regulação do sistema nervoso e respiratório, o equilíbrio do sono, o aumento da vitalidade psicofísica, o equilíbrio da produção hormonal, o fortalecimento do sistema imunológico, o aumento da capacidade de concentração e de criatividade e a promoção da reeducação mental.
  •         Meditação: prática mental individual que consiste em treinar a focalização da atenção de modo não analítico ou discriminativo, a diminuição do pensamento repetitivo e a reorientação cognitiva. A ideia é promover alterações favoráveis no humor e maior integração entre mente, corpo e mundo exterior. A meditação amplia a capacidade de observação, atenção, concentração e a regulação do corpo-mente-emoções; desenvolve habilidades para lidar com os pensamentos e observar os conteúdos que emergem à consciência; e facilita o processo de autoconhecimento, autocuidado e autotransformação.
  •         Musicoterapia: prática conduzida em grupo ou de forma individualizada, que utiliza a música e/ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia). O objetivo é facilitar e promover a comunicação, a aprendizagem e a expressão para atender necessidades físicas, emocionais, mentais, espirituais, sociais e cognitivas.
  •         Quiropraxia: atua no diagnóstico, tratamento e prevenção das disfunções mecânicas do sistema muscular e seus efeitos na saúde geral. A quiropraxia conduz ajustes na coluna vertebral e outras partes do corpo, visando a correção de problemas posturais, o alívio da dor e favorecendo a capacidade natural do organismo de auto cura.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *