Cãibra

Cãibra: por que acontecem e como evitar

A cãibra é uma contração involuntária e dolorida do músculo que precisa de atenção. Saiba quais são as causas…

Com certeza, em algum momento ao longo da vida, durante a prática de uma atividade física, você foi pego de surpresa. De repente, uma dor excruciante, que repuxa os músculos e parece que nunca vai terminar te obrigou a parar o treino. Essa é a famosa cãibra.

Definida como uma contração involuntária do músculo, muito dolorida, ela pode acontecer em qualquer parte do corpo. Porém, é mais comum na panturrilha, pés e tornozelos.

Por que é preciso prestar atenção nas cãibras

De acordo com o Ministério da Saúde, por mais que ainda não se tenha provado o que desencadeia essa contração, existem alguns  quadros relacionados. Então, é importante avaliar e tomar cuidado quando o paciente estiver apresentando cãibras.

Geralmente, elas acontecem por causa do despreparo do músculo para a atividade física que está sendo realizada e/ou o excesso de carga colocado nesse exercício. A falta de alongamento também contribui com o espasmo. É preciso que o indivíduo reveja seu treino para não causar a fadiga muscular e até lesionar o músculo.

Outra possível causa, também associada a atividades físicas, é uma alimentação pobre em potássio e líquidos. Isso deixa o corpo desidratado – perdendo água e minerais que não estão sendo repostos – e menos preparado para aguentar o esforço.

No entanto, em alguns casos, a cãibra também pode ser um sintoma secundário do começo de uma condição de saúde, como a má circulação do sangue, compreensão do nervo ou uma síndrome neurológica (cãibras noturnas, em especial), ou de uma doença já pré-existente, como o diabetes.

Como prevenir as cãibras

  •         Não pratique atividades físicas sem uma avaliação anterior e a orientação de um profissional da área;
  •         Alongue-se sempre antes e após os exercícios físicos;
  •         Respeite os limites do seu corpo quanto ao esforço e carga dos exercícios;
  •         Mantenha-se hidratado com água e líquidos isotônicos;
  •         Tenha uma alimentação saudável, principalmente com alimentos ricos em nutrientes e minerais, como o potássio e o cálcio;
  •         Procure um médico ortopedista se os quadros de cãibra forem constantes.

Voltar


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *