Secreção no olho: quando se preocupar? - Blog Unicpharma
IStock 178491062

Secreção no olho: quando se preocupar?

Em geral, os olhos produzem secreções (transparente ou amarelada), consideradas normais – a chamada remela – ou outras que podem ser sinal de irritação provocada por algo mais grave como infecções ou até um cisco no olho. Às vezes, por exemplo, a ardência e o prurido nos olhos são devido aos contaminantes ambientais como o fumo passivo ou a poluição atmosférica (fumaça tóxica) ambiental.

Outras causas de secreção e ardência nos olhos incluem:
– Alergias
– Infecções causadas por bactérias ou vírus, inclusive gripes e resfriados, que podem provocar olhos lacrimejantes, avermelhados e irritados
– Irritantes químicos (como cloro de piscinas ou produtos de maquiagem)
– Conjuntivite ou conjuntivite aguda, que é uma inflamação ou infecção da membrana que reveste as pálpebras, denominada conjuntiva, que se produz principalmente por um vírus ou bactéria.
– Ressecamento, pois os olhos também se irritam por falta da produção de lágrimas necessárias para manter a lubrificação normal ou para eliminar partículas e corpos estranhos.

– Presença de um corpo estranho. E, nestes casos, é preciso evitar esfregar o olho, ou pressioná-lo para não lesionar a córnea, o que pode, em seguida, provocar problemas graves como infecções.
Para acalmar a irritação em todos os casos, você pode usar compressas de água fria, colocadas suavemente sobre os olhos, sem fazer pressão nem esfregar.

No entanto, é preciso consultar um médico oftalmologista quando notar os seguintes sintomas:
– Secreções espessas esverdeadas ou com pus
– Dor nos olhos e sensibilidade à luz
– Diminuição da visão

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *