Coceira: o que pode causar esse problema - Blog Unicpharma
Shutterstock 372382864

Coceira: o que pode causar esse problema

Coceiras que não cessam podem ser um sinal de doenças dermatológicas, infecciosas, metabólicas ou até psicológicas
A coceira ocorre quando há uma reação que estimula as terminações nervosas da pele. Essa resposta do corpo pode acontecer por vários motivos e os principais deles incluem algum tipo de alergia ou irritação causada por ressecamento, suor ou picada de inseto.
Coceiras que não cessam podem ser um sinal de doenças dermatológicas, infecciosas, metabólicas ou até psicológicas. Dependendo da causa, a coceira por vir sozinha ou acompanhada de outros sintomas como vermelhidão, caroços, manchas, bolhas ou feridas.
É fundamental descobrir e resolver o motivo da coceira para fazer o tratamento. Mas, o sintoma pode ser aliviado com um antialérgico, uma pomada hidratante ou anti-inflamatória, prescritos pelo médico dermatologista.

Causa alérgica

É comum que a irritação na pele seja provocada por algum tipo de alergia. Ela pode surgir em uma situação isolada ou frequentemente em pessoas que têm tendências a ter alergias. Algumas das causas mais comuns incluem:

  • Calor ou suor excessivo
  • Picada de inseto
  • Tecidos, cosméticos (sabonetes, cremes e xampus), ou produtos de limpeza
  • Pelos de animais ou plantas
  • Alimentos
  • Reação alérgica a medicamentos
  • Poeira ou ácaros de roupas, livros e estofados

Pele ressecada

A coceira constante é causada por causa da irritação e descamação da pele provocada, principalmente, pelo uso excessivo de sabonetes ou por banhos muito quentes e demorados.

Dermatites

A dermatite é uma doença inflamatória da pele que provoca coceira crônica e constante. A origem, em geral, é genética ou autoimune. Formas mais comuns:

  • Dermatite atópica: provoca vermelhidão, ressecamento ou inchaço na pele. É muito comum em crianças e afeta as dobras do corpo.
  • Dermatite seborreica: acomete especialmente o couro cabeludo e causa vermelhidão ou descamação da pele.
  • Dermatite de contato: provoca coceira intensa com bolhas e vermelhidão, em locais da pele que estiveram em contato direto com uma substância irritante, como uma bijuteria ou cosmético, por exemplo.
  • Dermatite herpetiforme: comum em pessoas portadoras de doença celíaca (intolerância ao glúten), causa reação inflamatória que forma pequenas bolhas na pele que coçam, semelhantes às lesões provocadas pelo herpes.
  • Psoríase: doença crônica da pele que causa inflamação e lesões descamativas, que nem sempre coçam.

Infecções da pele

Causadas por fungos, bactérias ou parasitas, costumam causar lesões e reações inflamatórias, o que provoca coceira. As mais comuns são as micoses de pele, que apresentam lesões arredondadas, avermelhadas ou esbranquiçadas causadas por alguns tipos de fungo.

Doenças sistêmicas

Diversas doenças que atingem a corrente sanguínea podem apresentar como um dos sintomas a coceira na pele. Alguns exemplos: infecções virais, como dengue, zika ou catapora; doenças das vias biliares, causadas por doenças como hepatite B e C; insuficiência renal crônica; neuropatias, causadas por diabetes, AVC ou esclerose múltipla; doenças endócrinas, como hipertireoidismo, diabetes ou mastocitose; HIV, doenças hematológicas, como anemia, policitemia vera ou linfoma; e câncer.

Origem psicológica

A coceira pode surgir em pessoas que apresentam depressão, transtorno bipolar, ansiedade, distúrbio obsessivo-compulsivo, distúrbios alimentares, dependência de drogas ou distúrbios da personalidade, por exemplo.
Ao identificar a coceira por período prolongado, procure seu dermatologista para que seja feita uma investigação da causa da coceira e, assim, o tratamento correto possa ser instituído.

 

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *