Frutas podem proteger contra problemas oculares do diabetes - Blog Unicpharma
Vit C

Frutas podem proteger contra problemas oculares do diabetes

Comer duas maçãs por dia reduz o risco em até 50%, afirma estudo

Aqui está mais uma razão para as pessoas com diabetes incluírem mais frutas na dieta: um estudo feito pela Universidade de Kyoto, no Japão, descobriu que ingerir frutas pode ajudar na prevenção de retinopatia diabética – o termo médico para danos nos vasos sanguíneos da retina que pode inclusive levar à cegueira, comum em pessoas que têm diabetes.

Os pesquisadores estudaram 978 pessoas com diabetes que preencheram questionários alimentares detalhados. Eles foram seguidos por oito anos, período durante o qual foram feitos exames oftalmológicos anuais. Quando o estudo começou, nenhum dos participantes apresentou qualquer sinal de problemas oculares. Ao final do estudo, 258 deles desenvolveram complicações oculares decorrentes do diabetes.

Após ser feita uma análise dos hábitos alimentares dos participantes, os autores descobriram que as pessoas que comeram uma média de 250 gramas de fruta por dia tinham metade do risco de desenvolver a condição do que aqueles que comiam menos de 30 gramas. As chances eram 40% menores para as pessoas que ingeriram uma média de 85 a 150 gramas de frutas por dia, em comparação com aqueles que comiam menos de 30 gramas. Para efeitos de comparação, uma maçã tem em média 150 gramas.

No entanto, o estudo não conseguiu estabelecer uma relação de efeito. Ele mostra uma ligação entre maior ingestão de frutas e menor risco de retinopatia diabética, mas isso não prova que a fruta é capaz de evitar a doença. O estudo também mostrou que pessoas que comiam frutas ricas em fibras, vitamina C, vitamina E, beta caroteno, potássio e sódio ficavam mais protegidas.

Inclua mais frutas na dieta com esses cinco hábitos

Fontes de vitaminas e minerais, elas deveriam ser consumidas todos os dias em pelo menos três porções. Para quem tem diabetes, as frutas mais indicadas são maçã, blueberry, abacate, cereja, limão, amora e coco, por conterem propriedades que ajudam no controle da glicemia e tem ação antioxidante. Por isso, se essa regra ainda não faz parte da sua rotina, preste atenção às dicas:

Peça suco

A maioria dos restaurantes já oferece opções de sucos naturais no cardápio. Ainda assim, muitas pessoas optam por acompanhar a refeição com um calórico refrigerante. “Se você é uma dessas pessoas, saiba que, além de não estar consumindo nenhum nutriente, você está colocando a sua saúde em risco”, alerta a nutricionista Daniela Cyrulin, de São Paulo.

Inclua frutas nas refeições

Ricas em nutrientes e também deliciosas, as saladas que combinam frutas e verduras podem ser uma boa saída para aumentar o consumo diário desse alimento. Ela também sugere incluir frutas logo no café da manhã. Se houver tempo, faça pratos quentes mais rebuscados para o almoço ou jantar, como lombo agridoce com abacaxi.

Leve uma fruta com você

“Transportar frutas para o trabalho deve ser encarado como um ato de cuidado com a saúde e com o corpo e não como um fardo ou sacrifício”, critica a nutricionusta Amanda Epifanio Pereira, do Citen (Centro Integrado de Terapia Nutricional). Afinal, a maioria das pessoas carrega dezenas de inutilidades em suas bolsas e mochilas. Por que não incluir uma simples fruta?

Coma nos intervalos das refeições

De acordo com as nutricionistas, além das três refeições principais – café da manhã, almoço e jantar – recomenda-se fazer pequenos lanchinhos. “Nesses intervalos, o mais indicado é consumir uma fruta, pois é um alimento rico em micronutrientes e fibras, pouco calórico e com variedades para cada dia”, conta a nutricionista Daniela.

Crie vitaminas

A grande vantagem das frutas é que elas seguem a mesma lei que rege a nutrição: quanto maior a variedade, melhor. Assim, não tenha medo de criar combinações e misturar sabores com água, leite ou verduras.

Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *